Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Pra se afastar da concorrência

Modelo 2019 do Honda HR-V chega ao mercado com discretas mudanças no visual, suspensões e câmbio CVT recalibrados e novo sistema multimídia, mas o motor é o mesmo 1.8 flex de 140cv


postado em 03/11/2018 05:07

A frente ganhou elemento cromado bem largo, que se estende sobre os faróis, agora com luzes diurnas de LEDs incorporadas (foto: Honda/Divulgação)
A frente ganhou elemento cromado bem largo, que se estende sobre os faróis, agora com luzes diurnas de LEDs incorporadas (foto: Honda/Divulgação)


A Honda quer manter a liderança no segmento dos SUVs compactos, mas já sente a concorrência fungando em seu cangote. Por isso, a montadora resolveu fazer algumas melhorias no HR-V, que chega na linha 2019 com mudanças no visual, novo conteúdo, suspensões e câmbio CVT recalibrados e, é claro, preços elevados. O motor continua o mesmo 1.8 flex, mas pode ser que a versão Touring, topo de linha, que ainda não foi mostrada, chegue com o 1.5 turbo do Civic SI.

Desde que foi lançado em 2015, o Honda HR-V se consolidou como um verdadeiro sucesso no segmento dos SUVs compactos. Mas a concorrência não perdoa e corre atrás do queridinho da Honda, que no acumulado do ano até outubro já emplacou 40.936 unidades. Na cola dele estão Hyundai Creta, com 38.886 unidades, e Jeep Renegade, com 37.002.

Para tentar se distanciar, a Honda resolveu fazer alguns ajustes pontuais no HR-V, atendendo a pedidos de consumidores e críticas da imprensa especializada. No visual, as alterações não foram tão significativas, já que as linhas da carroceria foram mantidas, preservando o aspecto de SUV-cupê, com o teto mais baixo na traseira. Na frente, a principal mudança foi feita na grade, que ganhou uma larga faixa cromada, bem exagerada. Sinceramente, a grade do modelo anterior era mais discreta, com apenas um friso estreito cromado.

Mas esse novo elemento se funde com os faróis, que também têm detalhe cromado e ganharam luzes diurnas de LED integradas. O para-choque tem novo desenho, com um nicho maior para os faróis de neblina, que deixaram de ser ovais e agora são redondos. Na traseira, as lanternas ganharam LEDs e lentes fumê. Essas mudanças estão presentes em todas as versões do SUV compacto, assim como as rodas de liga leve de 17 polegadas com novo desenho, bem mais esportivo.

Por dentro, o HR-V traz painel com instrumentos analógicos e uma pequena tela digital com o computador de bordo. O console flutuante foi mantido, com duas entradas USB, mas ganhou acabamento em black piano. As versões LX e EX trazem um monitor de áudio com tela de cinco polegadas e conexão Bluetooth. Já a versão EXL ganhou sistema multimídia com tela de sete polegadas, compatível com Apple CarPlay e AndroidAuto, além de GPS nativo em 3D.

O Honda HR-V mantém como um de seus principais atrativos a flexibilidade de seu interior, com diferentes configurações. O espaço interno proporciona conforto para quatro pessoas e na linha 2019 os bancos dianteiros ganharam abas laterais no assento e no encosto, ficando mais anatômicos. A versão de entrada tem bancos revestidos em tecido, enquanto a EXL traz couro perfurado com costura aparente.

Uma mudança que não fica aparente aos olhos, mas que é facilmente percebida quando se dirige o HR-V 2019, são as melhorias no isolamento acústico. Na versão LX o isolamento foi reforçado na parede corta-fogo, que divide o compartimento do motor e a cabine. Na EXL o isolamento acústico foi reforçado ainda nos painéis das portas e no assoalho. O carro realmente ficou mais silencioso quando se trafega mantendo o motor em baixas rotações. Mas se pisar fundo no acelerador, o propulsor grita e não tem isolamento que segure.

Todas as versões mantêm o motor 1.8 flex que desenvolve 139cv com etanol e 140cv com gasolina. O câmbio CVT foi recalibrado, deixando a aceleração mais progressiva, favorecendo o baixo consumo de combustível. Mas o carro demora um pouco a reagir nas retomadas de velocidade, exigindo que se pise fundo no acelerador para ter respostas mais seguras. As suspensões também foram modificadas, ganhando amortecedores com stop hidráulico, que evita a batida seca no fim de curso quando se passa em buracos, por exemplo. Com isso, o SUV ganhou um rodar mais macio, sem comprometer a estabilidade.

Na linha 2019, o Honda HR-V deixa de oferecer o câmbio manual. A versão topo de linha Touring ainda não foi apresentada, mas há uma expectativa de que ela possa aparecer no Salão do Automóvel de São Paulo (de 8 a 18 de novembro), possivelmente equipada com o motor 1.5 turbo de 173cv, o mesmo do Civic SI. Mas a Honda não confirma as informações e faz mistério sobre a versão, revelando apenas que ela deve chegar ao mercado em 2019.

A versão LX do Honda HR-V 2019 traz entre os itens de série controle de estabilidade, novos faróis com DRL integrado  e lanternas com guias em LED, novas rodas de liga leve de 17 polegadas, faróis de neblina, sistema de áudio com tela de cinco polegadas e controlador de velocidade. Já a versão EX acrescenta airbags laterais, câmera de ré, paddle shifts para mudanças de marchas, repetidores de seta nos retrovisores e ar-condicionado touchscreen. A versão EXL traz ainda airbags laterais do tipo cortina, nova central multimídia com Apple CarPlay e Android Auto, acendimento automático dos faróis e retrovisores com rebatimento elétrico e função tilt down.


PREÇOS:

LX – R$ 92.500
EX – R$ 98.700
EXL – R$ 108.500


Publicidade