Publicidade

Estado de Minas SÉRIES

Com "Drs" entre pais e filhos, "O legado de Júpiter" chega à Netflix

Série de super-heróis em família inspirada em quadrinhos é protagonizada por Josh Duhamel, ex-marido da cantora Fergie


02/05/2021 04:00

Josh Duhamel, da cinessérie
Josh Duhamel, da cinessérie "Transformers", vive o protagonista Sheldon Sampson, líder do grupo de heróis A União (foto: ADAM ROSE/NETFLIX)

Imagine uma "DR" (discussão da relação) familiar entre pais e filhos envolvendo seus superpoderes? Ou o dilema de um adolescente que precisa provar ao pai que ele é capaz de continuar seu legado de super-herói. Essas são questões que estão no cerne de uma nova série da Netflix, “O legado de Júpiter”, que estreia em 7 de maio no serviço de streaming.

Baseada na história em quadrinhos homônima, criada por Mark Millar e Frank Quitely, a atração retrata a história de um grupo de heróis, conhecido como A União, que por quase um século – a primeira turma recebe seus poderes na década de 1930 – manteve os seres humanos a salvo. Agora, porém, eles têm de convencer os filhos a continuarem o trabalho, pois estão ficando velhos para as aventuras e missões típicas de guardiões da humanidade.

No desenrolar da trama, os jovens heróis sofrem para demonstrar que estão à altura da reputação de seus progenitores. E também se enrolam com a complexa dinâmica entre família, poder e lealdade. Tudo isso enquanto amadurecem e precisam lidar com a tempestade hormonal comum da idade.

Encabeçando o elenco está Josh Duhamel – da cinessérie “Transformers” (2007, 2009, 2011 e 2017) e conhecido por ser ex-marido da cantora Fergie, do Black Eyed Peas. Ele interpreta Sheldon Sampson, líder do grupo, e irmão de Walter (Ben Daniels). Além disso, Sheldon é marido de Grace (Leslie Bibb) e pai de Chloe (Elena Kampouris) e Brandon (Andrew Horton). Claro que a trama não estaria completa sem um grande vilão, que, no caso, é George Hutchence (Matt Lanter), ex-integrante da União.

NOVAS ADAPTAÇÕES
 "Não há lugar mais incrível para se estar do que a Netflix. E não há lar melhor para os meus personagens. É sempre empolgante ver meu trabalho impresso se transformando em histórias maravilhosas para as telas", disse, ao site americano “ComicBook.com”, Mark Millar, também criador das HQs “Kingsman” e “Kick-Ass”, ambas versadas para o cinema. E os fãs dessa dupla de criadores, Millar & Quitely, podem esperar por mais adaptações do trabalho deles no serviço de streaming. (Estadão Conteúdo)

“O LEGADO DE JÚPITER”
.Estreia: sexta-feira, 7 de maio
.8 episódios 
.Netflix 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade