Publicidade

Estado de Minas entrevista/Sabrina Petraglia

Sabrina Petraglia :'Aprendo o tempo todo'

Atriz fala sobre seus trabalhos em duas reprises da Globo e em Salve-se quem puder


22/11/2020 04:00

Sabrina Petraglia (Micaela) repetiu a parceria de sucesso com Marcos Pitombo (Bruno) em Salve-se quem puder, na Globo (foto: João Miguel Júnior/GLOBO)
Sabrina Petraglia (Micaela) repetiu a parceria de sucesso com Marcos Pitombo (Bruno) em Salve-se quem puder, na Globo (foto: João Miguel Júnior/GLOBO)
Sabrina Petraglia usou seu talento para que a personagem Shirlei, de Haja coração, reprise das 19h da Globo, vivesse um verdadeiro conto de fadas na trama de Daniel Ortiz. No folhetim, a irmã de Tancinha (Mariana Ximenes) tem um romance com Felipe (Marcos Pitombo), parceria que se repetiu em Salve-se quem puder. Na entrevista a seguir, a paulistana de 37 anos, que também aparece na reprise de Flor do caribe, na pele da psicóloga Simone, fala sobre a importância de rever estes trabalhos.

Como está sendo a experiência de se ver em momentos distintos da carreira?
É uma felicidade e uma boa sorte, porque não fiz tantas novelas assim. Era jornalista, trabalhei durante sete anos como radialista e, com 24 anos, larguei tudo para começar a atuar. Na Escola de Arte Dramática da USP, o João (Baldasserini) foi meu colega de turma. A minha ida para a Globo foi em uma participação na novela Passione (2010/2011). Aí fiz a Simone em Flor do caribe (2013). Quando vejo o folhetim das seis, lembro o quanto estava nervosa e com Haja coração foi uma história coadjuvante muito encantadora.

Em Haja coração, o casal Shirlipe moveu uma forte torcida nas redes sociais. O carinho foi tão grande que se estendeu aos personagens de vocês também em Salve-se quem puder. Como foi lidar com essa repercussão?
A gente não esperava o sucesso da Shirlei e do Felipe. Foi um susto! Fiquei um pouco desesperada, nem sabia se estava preparada para aquilo tudo. Enfim, foi uma grande oportunidade. Se não tivéssemos feito esse gol, não ia me perdoar. A parceria com o Marcos (Pitombo) veio para a vida. Tenho um relacionamento de quase nove anos com o meu marido, o Ramón (Velázquez), mas as pessoas queriam que eu ficasse com o Marcos. Elas confundiam ficção com realidade e isso era assustador.

Por causa da gravidez, você deixou o elenco de Salve-se quem puder. Já terminou de gravar a sua participação na fase final da trama?
Sim, já acabei de gravar com o Fred (Mayrink, diretor). Filmei grávida do meu segundo bebê e vai ser maravilhoso assistir a esse momento. Sinto que estou mais madura e serena com a Micaela, além de repetir a parceria com o Marcos. Vejo uma evolução, continuo aprendendo o tempo todo. Estou no período de licença-maternidade e acompanhando as duas novelas no ar. Vou fazer uma análise do meu trabalho e ver o que quero daqui para frente. (Estadão Conteúdo)



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade