Publicidade

Estado de Minas Transporte público

Empresa cria biometria que reconhece as faces mesmo de máscara

A Empresa 1 lançou nesta segunda-feira (08) nova atualização do Sigom Vision, sistema de biometria facial para transporte público


08/06/2020 17:00 - atualizado 08/06/2020 17:42

(foto: Simulação Empresa 1)
(foto: Simulação Empresa 1)
 
Empresa 1 lançou nesta segunda-feira (08) nova atualização do Sigom Vision, o sistema de biometria facial para transporte público que agora reconhece as faces dos usuários mesmo que eles estejam usando máscaras de proteção. A ideia faz parte de um investimento em pesquisas e aprimoramento dos sistemas de bilhetagem e tecnologias para mobilidade.

Prezando por soluções que possam permitir aos gestores do transporte público operarem com mais eficiência, especialmente no período de retomada da economia e do mercado, a empresa testou o aprimoramento dos algoritmos de inteligência artificial. Foram diversos pontos de evolução.

O maior deles é o comportamento dos algoritmos quando se depararam com situações comuns no dia a dia, como por exemplo, o uso de óculos escuros. Com o aumento de usuários utilizando máscaras de proteção, o sistema foi desenhado para contornar os antigos problemas e garantir sua função.
 
Vale relembrar, que o sistema biométrico funciona em três partes distintas: a captura das imagens, a verificação e a comparação. A biometria facial se baseia em pontos nodais da face. Quando o processo computacional está em execução, o algoritmo busca por esses pontos no intuito de encontrar se naquela foto que foi tirada realmente existe a face de uma pessoa.

Com a nova tecnologia, mesmo sem a identificação de algumas áreas do rosto, como a boca e a ponta do nariz, a quantidade de pontos reconhecidos pelo algoritmo pode ser suficiente para realizar a comparação dos atributos entre a foto capturada e a cadastrada previamente no banco de dados. Desta forma, com o incremento de inteligência que foi realizado, o sistema consegue remontar os pontos faltantes, identificando pontos que estão ocultos de forma que ele possa ser comparado depois.

*Estagiária sob supervisão de Álvaro Duarte


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade