Publicidade

Estado de Minas

Orkut vira acervo de comunidades e deixa internautas saudosos

Informações do perfil do Orkut ainda podem ser exportadas. Passeio virtual permite visitar as comunidades que fizeram história


postado em 30/09/2014 10:04 / atualizado em 30/09/2014 12:37

(foto: Arte/Soraia Piva)
(foto: Arte/Soraia Piva)

O Google encerrou nesta terça-feira a sua primeira incursão nas redes sociais, o Orkut. A empresa vai se concentrar nos serviços YouTube, Blogger e Google+, que se mostraram mais populares. "Na década passada, YouTube, Blogger e Google+ arrasaram", disse o diretor de engenharia do Google, Paul Golgher, em um post em seu blog."Devido ao fato de o crescimento dessas comunidades ter superado o do Orkut, decidimos dar adeus ao Orkut".

(foto: Reprodução orkut.google.com/)
(foto: Reprodução orkut.google.com/)
O Orkut, criado em 24 de janeiro de 2004, conectou pessoas que compartilhavam da mesma paixão (As morenas são as melhores), necessidade (Preciso aprender a dizer não) ou problema (Eu odeio acordar cedo). Agora ele é um acervo de comunidades, uma espécie de cápsula do tempo do início das redes sociais. O histórico de conexões e conversas ficará guardado. São mais de 51 milhões de comunidades, 120 milhões de tópicos e mais de 1 bilhão de interações armazenadas.

 

 

Popularidade derrubada
A primeira rede do Google foi cada vez mais deixando de ser usada com o surgimento de outras redes e acabou ofuscada pelo poderoso Facebook. Em 2011, a rede social Google+ foi lançada e, aos poucos, tem se tornado interdependente dos outros serviços da empresa americana.

Mesmo tendo sido deixado de lado nos últimos anos, o fim do Orkut deixou muita gente saudosa e gerou manifestações de carinho e protestos nas redes sociais. "Tô abalada com a morte do orkut pois sem dúvidas melhores anos foi nesta rede social", diz a internauta Thamis, no Twitter. "Fui no velório do Orkut hoje, mas antes da cremação, e reparei que todos somos um pouco viúvas... #RIPOrkut", afirma Vinícius Pales, também no Twitter.

Na manhã desta terça as hashtags #SentireiSaudadesDoOrkutPorque e #RIPOrkut estão no topo do Trending Topics do Brasil. Em Belo Horizonte, a hashtag #RIPOrkut está em quarto lugar. Entre as características positivas da rede que são listadas como motivo das saudades estão o fato dela ser a primeira a aprofundar a experiência da interação para toda uma geração e os depoimentos que podiam ser postados nos perfis.

"Lá eu recebia depoimentos e aqui não recebo nem menções!! hihihi" -
Lana Priscila @LanaPriscilaRJ


#sentireisaudadesdoorkutporque lá ninguém mendingava curtida -
Otimista @d_Dmila


"Dava pra ver quem me visitava, meus amigos eram meus fãs, e foi a primeira rede social que eu tive :'(" - Yasmin @Mr_Butera

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)

 

Exportação de dados
Embora você não possa mais acessar o Orkut, ainda pode exportar as informações do seu perfil, mensagens de comunidades e fotos usando o Google Takeout (disponível até setembro de 2016). E se você não quiser que seu nome ou posts sejam incluídos no arquivo de comunidades, também é possível remover o Orkut permanentemente da sua conta do Google a qualquer momento.


Descanse em paz
A rede social ganhou menção honrosa no cemitério virtual mantido pelo site Slate, onde descansam os serviços descontinuados pela empresa. Já são 41 produtos: entre eles estão Google Reader, Google Wave, Google Video, Google Buzz. Tem até espaço reservado para o Google Glass, que embora não tenha sido lançado para valer, já está com a cova aberta. Os "túmulos" são enfeitados com flores adicionadas a cada clique. Confira em www.slate.com

(com agências)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade