Publicidade

Estado de Minas Futebol nacional

Cruzeiro: promessa de casa cheia

Com o time em alta e atendendo a pedido dos torcedores, Cruzeiro abre mais um setor do Mineirão para o jogo contra o CRB, quarta-feira


06/06/2022 04:00 - atualizado 06/06/2022 10:32

Liderança empolga a torcida celeste, que já comprou mais de 25 mil ingressos. Setores Vermelho Inferior, Amarelo Superior e Inferior estão esgotados
Liderança empolga a torcida celeste, que já comprou mais de 25 mil ingressos. Setores Vermelho Inferior, Amarelo Superior e Inferior estão esgotados (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


O Cruzeiro anunciou a abertura do setor Laranja Inferior do Mineirão para o duelo diante do CRB, às 19h de quarta-feira, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A decisão atende a um pedido dos torcedores cruzeirenses – o Laranja Inferior é vendido por um preço mais acessível: R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia entrada. Além dele, há bilhetes para o Vermelho Superior (R$ 50 a meia e R$ 100 a inteira) e Roxo Inferior e Superior (R$75 a meia e R$150 a inteira).

Não há mais ingressos para os setores Vermelho Inferior, Amarelo Superior e Inferior. O Cruzeiro só pretende abrir novos espaços se todos os tíquetes colocados à venda se esgotarem.

A expectativa é de casa cheia novamente. Segundo o clube, foram comercializados mais de 25 mil ingressos para o próximo jogo, e espera-se que o público da partida entre para o top 5 desta edição da Série B. O recorde da competição nacional pertence ao próprio Cruzeiro: em 22 de maio, pela 8ª rodada, 58.397 pessoas assistiram ao triunfo celeste por 2 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, no Gigante da Pampulha.

A torcida está empolgada com a campanha da equipe, que lidera a Segunda Divisão com folga: soma 25 pontos, seis a mais que o Bahia, segundo colocado. Os cruzeirenses vêm de sete vitórias consecutivas e estão invictos há nove confrontos (oito triunfos e um empate). A maior sequência invicta da história da Série B pertence ao Náutico, que não perdeu nenhum dos 14 primeiros jogos da edição de 2021 – o time alvirrubro venceu oito e empatou seis nesse período.

PEDRA NO SAPATO O próximo adversário, CRB, foi uma “pedra no sapato” do time celeste nas últimas duas temporadas. Em 2020 e 2021, as equipes se enfrentaram seis vezes, com duas vitórias alagoanas e quatro empates. Até ser rebaixado para a Segunda Divisão, em 2019, o Cruzeiro nunca havia perdido para o Galo Pajuçara – o retrospecto era de quatro vitórias e dois empates.

Antes do encontro em 2020, a última partida entre mineiros e alagoanos havia sido disputada em março de 2006, na segunda fase da Copa do Brasil. Com gols de Diego Silva e Francismar, a Raposa venceu por 2 a 0 e eliminou o CRB dentro do Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Em 2020, os dois jogos entre os times pela Série B terminaram empatados. No primeiro turno, 1 a 1 no Mineirão. Já no segundo, 0 a 0 no Rei Pelé. No ano passado, o time de Alagoas venceu a primeira partida por 4 a 3 no Gigante da Pampulha, no resultado mais elástico da história do confronto. O duelo do segundo turno, em Maceió, terminou com placar em 0 a 0.


Ronaldo Fenômeno iniciou ontem o pagamento da promessa pelo acesso do Real Valladolid à elite do Campeonato Espanhol
(foto: Reprodução/Instagram )


Ronaldo paga promessa na Espanha

Sócio majoritário da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno iniciou ontem o pagamento da promessa pelo acesso do Real Valladolid à elite do Campeonato Espanhol. O empresário percorrerá o trajeto de Valladolid a Santiago de Compostela (522km) de bicicleta. Ele partiu do Estádio José Zorrilla, em Valladolid, ao lado da mulher, Celina Locks, e amigos. A primeira pausa foi em Medina de Rioseco. Eles estão postando vídeos nas redes sociais, mostrando a viagem. “É muito bacana passar pelas cidadezinhas pequenas. Todo mundo animando muito para chegar a Santiago de Compostela”, disse o Fenômeno. A expectativa é de que o trajeto seja cumprido em quatro dias, percorrendo, em média, 100 quilômetros por dia. Em relação ao Cruzeiro, Ronaldo preferiu não revelar nenhuma promessa, em caso de acesso para a Série A do Brasileiro. “Não vou prometer nada para não zicar o Cruzeiro. Vamos seguir no nosso foco aí.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade