Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Cruzerio mescla juventude e experiência para avançar

Time celeste conta com jogadores formados na base lançados por Vanderlei Luxemburgo e que ser firmam como profissionais


07/10/2021 15:02 - atualizado 07/10/2021 15:16

Matheus Pereira
O jovem lateral esquerdo Matheus Pereira, de 20 anos, já soma 58 jogos pelo time principal e é hoje o dono da posição (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro - 1/9/21)

O Cruzeiro aposta em uma boa mescla de experiência e juventude para tentar terminar a Série B do Campeonato Brasileiro de forma digna, já que as chances de acesso à Primeira Divisão são cada vez menores. Até por necessidade, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem dado chance a jovens valores, que vem dando conta do recado, como ficou provado na vitória por 2 a 0 sobre o lanterna Brasil-RS, domingo, no Independência, com gols marcados pelos pratas da casa Vítor Leque e Thiago, ambos atacantes e de 20 anos.
 
 
Isso deverá se repetir na partida contra o Coritiba, amanhã, às 21h30, no Estádio Couto Pereira, pela 29ª rodada. Sem Marcelo Moreno, que continua a serviço da Seleção Boliviana, a tendência é que Thiago seja mantido no comando de ataque. Já Leque enfrenta a concorrência de Dudu, de 22, e do experiente Wellington Nem, que vinha sendo titular até sofrer problema físico.

A situação é a mesma em outros setores da equipe. No meio, os volantes pratas da casa Adriano, de 21, e Lucas Ventura, de 23, estão com muito prestígio junto ao treinador e vem sendo titulares. Já na lateral esquerda, Matheus Pereira, de 20, é o dono da posição. A expectativa de todos eles é continuar correspondendo. Afinal, assim ajudam a equipe e garantem evolução e valorização profissional.

“Receber oportunidades é muito importante para nós mais jovens, o professor dá muita confiança para quem vem da base, colocou o Vítor Leque para jogar e ele já fez gol, tem dado muitas chances para a garotada. Isso é bom para nós e para a base também”, argumenta Matheus Pereira, que, como quase todo jovem atleta, almeja atuar no futebol europeu, mas sem pressa. “Tenho contrato com o Cruzeiro, espero fazer uma história linda aqui. Depois, quem sabe, realizar o sonho de jogar na Europa.”

Apesar da pouca idade, o defensor já soma 58 jogos como profissional pelo Cruzeiro, o que lhe dá alguma bagagem para seguir como titular. Porém, admite que ainda precisa melhorar em alguns aspectos e tem trabalhado para isso. “Sou um lateral bastante ofensivo e estou buscando melhorar a parte defensiva. Estou tento liberdade, mas tento equilibrar ataque com defesa. No último jogo, diante do lanterna, fui mais um ala mesmo, pois queríamos fazer mais gols na equipe deles.”

Para o jogo contra o Coritiba, Matheus Pereira acredita que o Cruzeiro tem tudo para se sair bem, ainda que respeite o adversário, que está muito perto de garantir a volta à Serie A. “Vamos ter um jogo difícil, mas é um jogo bom, entre duas equipes grandes. O Coritiba está bem na tabela (e líder), mas vamos para lá em busca dos três pontos. Vai ser um jogo aberto, bom de jogar”, declara.

Com 35 pontos em 28 jogos, o Cruzeiro precisa de 100% de aproveitamento no resto da Série B para garantir o acesso, segundo as projeções atuais. Tarefa difícil, admitem os atletas, mas não impossível. “Temos ainda mais 10 jogos, muito importantes, para fechar a temporada bem, ainda temos chance matemática de subir e, enquanto for possível, vamos buscar isso. Quando terminar vamos pensar no ano que vem. Até lá, queremos fazer grandes jogos para sair com vitórias sempre”, garante Matheus Pereira.

Preparação Para o jogo de amanhã, Luxemburgo poderá repetir o time que venceu o Brasil-RS, no domingo. Existe a expectativa de que o lateral e volante Rômulo, que teve problemas físicos e nem foi relacionado para última partida, esteja à disposição. A última atividade antes de encarar o líder da Série B será hoje pela manhã, na Toca da Raposa II. À tarde, a delegação embarca para a capital paranaense.

enquanto isso...
…Prefeitura aumenta capacidade de estádios

A Prefeitura de Curitiba liberou, ontem, a ocupação de até 50% da capacidade dos estádios na capital paranaense. Com essa decisão, o Coritiba pode receber até 20.251 mil torcedores contra o Cruzeiro, amanhã, pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, já que ao Couto Pereira, segundo o site da Federação Paranaense de Futebol, comporta atualmente 40.502 expectadores. Até então, os clubes de Curitiba podiam receber até 5 mil torcedores. A equipe coxa-branca recebeu 1.391 pagantes diante do Guarani e 830 contra o Confiança, pela 26ª e 27ª rodadas, respectivamente.


Léo Gamalho
Carrasco do Cruzeiro em outros tempos, Léo Gamalho passou em branco no empate em 0 a 0 entre as duas equipes no primeiro turno (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 6/7/21)

Adversário com velhos conhecidos


Rafael Arruda

O Cruzeiro desafiará a força do Coritiba, líder isolado da Série B, com 54 pontos. O elenco coxa-branca é treinado por Gustavo Morínigo, de 44 anos, finalista da Copa Libertadores de 2014 pelo Nacional-PAR e com experiências no Libertad e nas categorias de base da seleção do Paraguai. O ex-meio-campista representou o seu país na Copa do Mundo de 2002.

Morínigo começou mal a temporada ao ficar fora das quartas de final do estadual – nono lugar, com 14 pontos em 11 rodadas. Na Copa do Brasil, foi eliminado pelo Flamengo com duas derrotas, na terceira fase (1 a 0, em casa, e 2 a 0, fora). Na Série B, principal objetivo do clube em 2021, agarrou a primeira posição na 17ª rodada e não largou mais.

O destaque do Coritiba é o centroavante Léo Gamalho, de 35 anos, artilheiro do time em 2021, com 19 gols em 39 partidas. Na Série B, o camisa 9 balançou a rede 12 vezes (27 jogos) e é o vice-artilheiro, abaixo apenas de Edu, do Brusque, com 15. Gamalho se notabilizou em 2020 por ser carrasco do Cruzeiro enquanto defendia o CRB. Na terceira fase da Copa do Brasil, ele anotou os gols do time alagoano na vitória por 2 a 0, no Mineirão, e no empate por 1 a 1, no Rei Pelé, em Maceió. Na Série B, voltou a marcar no Gigante da Pampulha, pela oitava rodada (1 a 1).

Entre os nomes de peso da equipe paranaense estão três atletas que levantaram troféus pelo Cruzeiro no passado. O volante Willian Farias integrou o grupo campeão brasileiro em 2014. O armador Robinho e o meia-atacante Rafinha foram bicampeões da Copa do Brasil em 2017 e 2018. Willian Farias participou de 40 jogos pelo Cruzeiro. Já Rafinha e Robinho permaneceram por mais tempo na Toca, com 143 e 180 partidas. O primeiro marcou 14 gols com a camisa celeste, enquanto o segundo balançou a rede 25 vezes. Os dois acionaram o clube na Justiça cobrando salários atrasados e demais verbas trabalhistas.

Outros atletas conhecidos no Coritiba são o zagueiro Henrique, reserva da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, e o goleiro Wilson, afamado por converter pênaltis – além de contabilizar um gol de falta e outro de cabeça. A provável formação do Coxa para encarar o Cruzeiro terá Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales (Val) e Robinho; Rafinha, Léo Gamalho e Igor Paixão. No turno da Série B, as equipes empataram por 0 a 0, no Mineirão, em 6 de julho, pela 10ª rodada.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade