Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Atlético desafia Santos e os desfalques para voltar a vencer no Brasileirão

Ainda com problemas, Galo encara rival indigesto na Vila Belmiro


27/06/2021 13:02

Hyoran (centro), mais uma vez, terá a função de municiar Hulk e Keno na Vila Belmiro (foto: (Foto: Pedro Souza/Atlético ) )
Hyoran (centro), mais uma vez, terá a função de municiar Hulk e Keno na Vila Belmiro (foto: (Foto: Pedro Souza/Atlético ) )

Depois de dois jogos sem vencer, o Atlético espera voltar a somar três pontos e se aproximar dos líderes no Campeonato Brasileiro. Para isso, no entanto, o Galo terá que superar desafios diante do Santos, neste domingo, às 20h30, na Vila Belmiro, pela sétima rodada. Além dos desfalques, o time alvinegro precisa bater um adversário indigesto como mandante. 

Enfrentar o Santos fora de casa tem sido um pesadelo para o Galo no campeonato nacional. O Peixe tem ampla vantagem no confronto, com o mando de campo a favor. Desde 1971, foram 27 jogos pelo Brasileirão com o time paulista como anfitrião: os praianos venceram 17, enquanto o Atlético só ganhou quatro vezes. Houve ainda seis empates.


Como visitante, a última vez que o Atlético derrotou o Santos no Brasileiro foi na edição de 2014. O Galo ganhou de virada, por 2 a 1, o duelo válido pela quinta rodada, em 18 de maio. O jogo foi disputado na Arena Pantanal, em Cuiabá, como teste para sede da Copa do Mundo no Brasil.

Campanhas


O retrospecto ruim contra o Santos como visitante é só uma das preocupações para Cuca e o grupo. O Atlético vem de dois jogos seguidos sem vencer - empatou com a Chapecoense (1 a 1), no Mineirão, e perdeu para o Ceará (2 a 1), no Castelão. Com isso, o Galo ficou mais distante dos líderes, somando dez pontos em seis partidas. 

O Santos faz campanha irregular neste início de Brasileiro. O Peixe soma oito pontos e ocupa posição intermediária. O time paulista venceu duas vezes, ambas na Vila Belmiro, contra Ceará (3 a 1) e São Paulo (2 a 0). Diante do Galo, o alvinegro da Baixada espera se impor novamente como mandante.

Desfalques 


Aliado ao momento irregular e o retrospecto ruim diante do Santos como visitante, o Atlético segue com vários desfalques. O próprio Cuca, expulso diante do Ceará, já depois da partida, terá que cumprir suspensão e não poderá dirigir o Galo na Vila Belmiro. O auxiliar, Cuquinha, irmão do treinador, assumirá a função. Os jogadores que estão com as seleções nacionais na Copa América, além dos infectados com COVID-19, entre eles o armador Nacho, permanecem fora. 

Um alento é o retorno do zagueiro Igor Rabello. Afastado dos três jogos anteriores por causa da COVID-19, ele se recuperou e retornará na Vila Belmiro. Com isso, Réver, com lombalgia, deve ser preservado e Gabriel será o parceiro de defesa. Contra o Ceará, o capitão ficou no banco e entrou no sacrifício, depois da saída de Bueno por questões físicas.

Outro fator que alimenta esperança no Galo é o retrospecto como visitante neste Brasileiro. A derrota no Castelão foi a primeira do time mineiro fora de casa. Até então, o alvinegro vinha de triunfos sobre Sport e Internacional, ambos por 1 a 0. A expectativa, mesmo com os desfalques, é resgatar o bom rendimento longe de BH e voltar a vencer na Série A. 

Baixas no peixe


No Santos, o técnico Fernando Diniz também tem problemas para o jogo deste domingo. O volante Alison sente dores no joelho esquerdo e será ausência. Sem Camacho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador deve escalar Ivonei. No gol, John ainda não se recuperou de entorse no joelho direito e cederá lugar a João Paulo. 

Santos x Atlético

Motivo: sétima rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Vila Belmiro, em Santos
Data: domingo, 27 de junho
Horário: 20h30
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Transmissão: Premiere (PPV)

Santos
João Paulo; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Ivonei, Jean Mota e Gabriel Pirani; Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge
Técnico: Fernando Diniz

Atlético
Everson; Guga, Igor Rabello, Gabriel e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê, Zaracho (Jair) e Hyoran; Hulk e Keno
Técnico: Cuquinha (Cuca cumprirá suspensão)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade