Publicidade

Estado de Minas

Fé na firmeza defensiva


11/05/2021 04:00 - atualizado 10/05/2021 22:56

Para Everson, Galo terá de pensar partida a partida: quinta, contra o América de Cali, e domingo enfrentando o Coelho(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press %u2013 4/4/21)
Para Everson, Galo terá de pensar partida a partida: quinta, contra o América de Cali, e domingo enfrentando o Coelho (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press %u2013 4/4/21)

Em vantagem na final do Campeonato Mineiro, contra o América, por ter feito melhor campanha, o Atlético será campeão estadual se não sofrer gols. Isso vem sendo mais do que valorizado na Cidade do Galo, pois o time se fortaleceu não só ofensivamente, mas também defensivamente, tendo sofrido apenas um gol nos últimos três jogos.

Antes de pensar no torneio local, porém, colocará à prova a consistência defensiva diante do América de Cali-COL, quinta-feira, às 21h (de Brasília), em Barranquilla, pela quarta rodada do Grupo H da Copa Libertadores. Os colombianos não assustam, pois só balançaram as redes uma vez nas três primeiras partidas, exatamente contra o time mineiro, que fez 2 a 1, no Mineirão, há 15 dias.

Justamente para manter o bom nível, a equipe contará com a volta do goleiro Everson, que cumpriu suspensão no empate por 1 a 1 com o Tombense, sábado, no Gigante da Pampulha, resultado que garantiu o alvinegro na decisão regional. Na ida, houve goleada por 3 a 0, mesmo com a expulsão do camisa 22 – Matheus Mendes o substituiu e pegou o pênalti cobrado por Keké.

Agora, ele retorna com todo o gás para ajudar a equipe. “A meta de todo goleiro é sempre não tomar gol. Se isso ocorreu é porque dei minha parcela de contribuição. Então, vamos pensar jogo a jogo e buscar nossos objetivos”, afirma Everson, para quem o bom desempenho dá cada vez mais confiança a todos os jogadores.

Ele sabe que as cobranças são grandes, mas não se preocupa. “Futebol é resultado, e quando ele é positivo, com o goleiro não levando gol, fica ainda melhor. Meu foco aqui é trabalhar para procurar estar bem e apto para representar bem a meta do Atlético, que a gente sabe que é uma responsabilidade muito grande. A torcida é muito apaixonada, apoia e cobra muito. Cabe a mim continuar trabalhando e tendo muito mais confiança para que eu continue representando bem o Atlético e a torcida.”

Além de Everson, o Atlético deverá ter a volta de outros titulares na quinta-feira, depois de poupá-los no compromisso pelo Mineiro. A expectativa é garantir a classificação, o que ocorrerá se vencer o jogo e o Deportivo La Guaira-VEN não ganhar do Cerro Porteño-PAR, amanhã, em Caracas.

“A gente vem em semanas decisivas, no Campeonato Mineiro e também na Libertadores, onde temos dois jogos fora. Serão três semanas só de jogos decisivos. É pensar jogo a jogo. Contra o América de Cali-COL, sabemos que, se tivermos algumas combinações de resultado, o Deportivo La Guaira não vencer e a gente sair vitorioso, a gente garante vaga na próxima fase, que é a nossa primeira meta na Libertadores”, diz o goleiro.

“Mas sabemos que vai ser um compromisso muito difícil. Então, é focar neste jogo contra a equipe do América. A gente sabe que, para eles, é tudo ou nada, é o jogo da vida deles. Se não ganharem, dificilmente se classificam. Então, cabe a nós focarmos jogo a jogo, principalmente contra a equipe colombiana, para depois pensarmos na final do Mineiro.”

FORÇA COLETIVA Ele ressalta que, mesmo quando os principais jogadores não estiveram em campo, o Galo conseguiu bons resultados. Por isso, acredita que a equipe está pronta para suportar a maratona. “Hoje o elenco do Atlético é muito forte. A gente viu nos últimos jogos. Então, a falta de treino a gente vai ter que compensar nos jogos. São jogos importantes, que, a gente conquistando um resultado positivo, vai nos dar mais confiança para, consequentemente, no jogo seguinte, conquistarmos outras vitórias e nossos objetivos”, diz.

Atleticanas

Nathan liberado
A Comissão Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou multa de US$ 1,5 mil (cerca de R$ 7,8 mil) ao Atlético pela expulsão do armador Nathan na vitória por 2 a 1 sobre o América de Cali-COL, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo H da Libertadores. Havia possibilidade de a entidade aumentar a punição, inclusive em jogos. Assim, Nathan está liberado para atuar quinta-feira, novamente contra o time colombiano.


Clube quita mais uma dívida
O Atlético anunciou o pagamento de cerca de R$ 7,92 milhões ao Junior Barranquilla-COL, referentes ao percentual que o clube colombiano detinha na venda do atacante Yimmi Chará ao Portland Timbers-EUA e acionou a Fifa para receber: 30%. A equipe norte-americana pagou US$ 6 milhões (cerca de R$ 24 milhões na época), em três parcelas: US$ 4 milhões no ato, US$ 1 milhão em janeiro deste ano e US$ 1 milhão em janeiro de 2022.


Fla na tela da Alterosa

Dois times brasileiros podem garantir hoje sua classificação para as oitavas de final da Libertadores. Líder do Grupo G, com 9 pontos, o Flamengo encara o Unión La Calera-CHI fora de casa e se garante na próxima fase se vencer. A partida começa às 21h30, com transmissão exclusiva do SBT/Alterosa para a TV aberta. No mesmo horário, o Palmeiras enfrenta o Independiente del Valle no Equador. Na ponta da Chave A, com 9 pontos, também assegura vaga se ganhar. O Internacional, que lidera o Grupo B, visita o Deportivo Táchira-VEN, às 19h15 e praticamente põe um pé nas oitavas em caso de triunfo. Já pelo C, o Santos duela com o Boca Juniors-ARG, em Buenos Aires, precisando da vitória para não depender de um milagre nas rodadas finais.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade