Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

América pode fechar com três reforços

Contratações devem auxiliar Marcus Salum, que deixa a presidência do Conselho de Administração no domingo, a concluir essas negociações


26/02/2021 13:02 - atualizado 26/02/2021 16:22

O armador Bruno Nazário, que teve passagem-relâmpago pelo América em 2013, é um dos alvos do clube(foto: RODRIGO CLEMENTE/EM/D.A PRESS - 27/5/13)
O armador Bruno Nazário, que teve passagem-relâmpago pelo América em 2013, é um dos alvos do clube (foto: RODRIGO CLEMENTE/EM/D.A PRESS - 27/5/13)
O novo diretor de futebol do América, Armando Desessards, chegou nessa quinta-feira (25/2) a Belo Horizonte e já tem muito serviço pela frente. O clube está tentando fechar a contratação de vários reforços e ele deverá auxiliar Marcus Salum, que deixa a presidência do Conselho de Administração no domingo, a concluir essas negociações.
O Coelho confirmou, até o momento, dois reforços: o zagueiro Ricardo Silva, ex-Operário-PR, e o atacante Leandro Carvalho, que estava no Ceará, agremiação onde Desessards era dirigente. Também da capital cearense, mas do Fortaleza, pode vir outro homem de frente: Bergson, que trabalhou com o técnico Lisca no Náutico, em 2015.

Segundo o jornal  O Povo, o negócio estaria bem encaminhado para o jogador de 30 anos atuar pelo alviverde. Ele tem como ponto alto da carreira a artilharia da Série B do Brasileiro de 2017 a serviço do Paysandu, com 16 gols em 28 jogos. Na elite do Brasileirão, acumulou 11 tentos em 84 apresentações (38 como titular).

A diretoria americana tenta contratar também o armador Bruno Nazário, de 26, e que defendeu o Botafogo na temporada 2020. Ele tem os direitos econômicos ligados ao Hoffenheim-ALE, pelo qual disputou apenas duas partidas na temporada 2013/2014. Desde então, o jogador foi emprestado ao Lechia Gdansk-POL, Cruzeiro, Guarani, Athletico e Botafogo, pelo qual fez 44 jogos e marcou seis gols.

Revelado pelo Figueirense, Bruno Nazário já esteve no América justamente antes de ir para a Alemanha, mas sem disputar jogos oficiais. Em jogos-treinos, fez gol no empate por 1 a 1 com o Betim e esteve em campo na vitória por 1 a 0 sobre a Seleção do Taiti, que disputou a Copa das Confederações no Brasil.

VOLANTE

Finalmente, outra negociação que pode ser fechada na próxima semana é da contratação do volante Éderson, ex-Cruzeiro. O jogador não será aproveitado pelo Corinthians, que aceita até pagar parte dos salários, cujo valor está acima do teto estabelecido pela diretoria americana.

O meio-campista, de 21, foi revelado pela Raposa e subiu para a equipe principal em 2018, se destacando em 2019, quando foi titular. Em 27 jogos com a camisa celeste, marcou dois gols. O problema é que afundou junto com o time rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez.

Em fevereiro de 2020, o atleta acertou sua rescisão de contrato com o Cruzeiro e foi para o Corinthians, tendo disputado 25 partidas pelo Timão e marcado três gols. Com a chegada do técnico Vágner Mancini, porém, perdeu espaço, tendo atuado apenas nove minutos desde então. E ficou fora até das últimas cinco listas de relacionados para partidas. Assim, uma volta a Belo Horizonte poderia ser considerada um recomeço, valorizando um atleta que muitos acreditam ter potencial especial.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade