Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Vem aí o novo Cruzeiro com reforços e mudança de endereço

Lateral-esquerdo e meia devem ser os primeiros no anúncio de reforços celestes para a temporada


05/02/2021 04:00 - atualizado 05/02/2021 10:47

Aos 31 anos, o lateral Alan Ruschel, que atuava pela Chapecoense, está perto de ser confirmado como jogador da Raposa (foto: NELSON ALMEIDA/AFP )
Aos 31 anos, o lateral Alan Ruschel, que atuava pela Chapecoense, está perto de ser confirmado como jogador da Raposa (foto: NELSON ALMEIDA/AFP )
O Cruzeiro está de mudança, tanto no sentido figurado quanto no literal. Enquanto negocia a formação de um grupo de atletas mais competitivo que o de 2020 e troca funcionários de função, o clube anuncia que a partir de segunda-feira troca o endereço administrativo da Rua Timbiras, no Barro Preto, pelo da Avenida dos Andradas, em Santa Efigênia.

Em termos de reforços, o armador Marcinho, de 25 anos e que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Sampaio Corrêa, e o lateral-esquerdo Alan Ruschel, de 31, que estava na Chapecoense, são os mais próximos de ser anunciados. Em ambos os casos, a proposta celeste já teria sido aceita, faltando a realização de exames e posterior assinatura dos contratos, que seriam por dois anos.
 
Eles já estavam na mira da diretoria celeste antes da confirmação da contratação do técnico Felipe Conceição. Porém, contam com a aprovação do novo comandante.

Na última edição da Série B, Alan Ruschel jogou 27 partidas e contribuiu com duas assistências. Ele era capitão da Chape e tem o perfil de liderança desejado pela Raposa para a temporada. O titular na Segunda Divisão foi o jovem Matheus Pereira.

Já Marcinho marcou oito gols, fez cinco assistências e só não esteve em campo em um jogo do time maranhense na Série B. O meia tem qualidade em chutes de média distância e na bola parada, características que faltam ao elenco, especialmente com a saída do volante Filipe Machado.

Outras contratações estão sendo tentadas. Mas o diretor de futebol, André Mazzuco, admite que os atrasos de salários, que vêm sendo recorrentes, têm dificultado as negociações. “Mas quem vier é porque quer estar aqui”, disse, em conversa virtual com sócios-torcedores.

No caso do organograma administrativo, Juliano Belletti deixa de ser diretor de negócios internacionais para se tornar auxiliar técnico fixo do Cruzeiro. A mudança recebeu o aval de Felipe Conceição, que vai trabalhar diretamente com o ex-volante e ex-lateral-direito.

O treinador entende que a comissão técnica pode ganhar com a longa experiência de Belletti, campeão do mundo em 2002 com a Seleção Brasileira. O ex-lateral também tem a licença Pró de treinador na CBF e desejava atuar no campo.

Com isso, Célio Lúcio deixa a comissão técnica fixa e passará a cuidar da transição dos atletas das categorias de base para o profissional. O ex-zagueiro foi “puxado” da base para a equipe principal por Adílson Batista, ainda em 2019, e chegou a comandar a equipe nesta temporada como interino, tanto antes da chegada quanto depois da saída de Luiz Felipe Scolari.

Victor Flores, analista de desempenho que trabalhava com a categoria Sub-20, também passa a integrar o departamento no futebol profissional.

'CASA' 


Ontem, o clube anunciou que a partir de segunda-feira vários setores da sede administrativa serão transferidos para o espaço de uma empresa de escritórios compartilhados no prédio do Boulevard Shopping, na Região Leste de Belo Horizonte  “A mudança não implica venda de patrimônio por parte do Cruzeiro, que terá em sua sede administrativa, avaliada em R$ 70 milhões, a oportunidade de geração de novas receitas com a locação. A operação na WeWork significará economia anual de mais de R$ 2 milhões em gastos com manutenção e despesas fixas”, argumenta o clube, em nota.

O clube mantém o Parque Esportivo do Barro Preto e a sede campestre, na Região da Pampulha, além das duas Tocas da Raposa.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade