Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Para selar matematicamente o acesso, América visita o Náutico pela Série B

Equipes se enfrentam nesta terça-feira (12), às 19h15, no Recife


12/01/2021 07:54 - atualizado 12/01/2021 07:59

América visita o Náutico e pode selar acesso matematicamente nesta rodada(foto: João Zebral/América)
América visita o Náutico e pode selar acesso matematicamente nesta rodada (foto: João Zebral/América)
O América visita o Náutico nesta terça-feira (12), às 19h15, no Estádio dos Aflitos, em Recife. A partida, válida pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, pode selar matematicamente o acesso do Coelho à Série A.

Para isso, basta que CSA ou Juventude (4° e 5° colocados, respectivamente) não vençam seus compromissos diante de Paraná e Brasil de Pelotas, nesta ordem. Isso porque o América tem 14 pontos de distância para os dois clubes e, após o término desta rodada, restarão apenas 12 em disputa.

Líder, o Coelho vive ótima temporada. O clube mineiro realizou campanha histórica na Copa do Brasil e deixou pelo caminho gigantes como Corinthians e Internacional, antes de ser eliminado pelo Palmeiras, na semifinal.

Na Série B, o América soma oito partidas de invencibilidade. Nesse período, foram sete vitórias e um empate. O time de Lisca tem 66 pontos - três a mais que a vice Chapecoense - e briga por um inédito tricampeonato.

O Náutico, por sua vez, se vê em situação desafiadora na tabela. O clube pernambucano ocupa a 15ª posição, com 38 pontos - dois a mais que o Figueirense, primeiro clube no Z4.

Apesar disso, a equipe vive boa fase sob o comando do treinador Hélio dos Anjos e ganhou forças na luta contra o rebaixamento à Série C. Dos últimos sete jogos que disputou, venceu quatro, empatou dois e perdeu apenas um.

Para ficar de olho

Principal concorrente do América na briga pela taça, a Chape terá um clássico pela frente. Também nesta terça-feira (12), às 21h30, o Verdão do Oeste recebe o Figueirense, que luta contra o rebaixamento, na Arena Condá.

De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, o América tem 83,9% de chances de ser campeão da Série B.

Desfalques e dúvidas
 
O Náutico tem cinco desfalques por Covid-19. São eles: o lateral-direito Hereda, o zagueiro Ronaldo Alves, o volante Djavan, o meia Marcos Vinícius e os atacantes Vinícius e Álvaro.

O América também tem cinco baixas para o confronto. No departamento médico do clube, o lateral-direito Diego Ferreira, o volante Flávio e o atacante Felipe Azevedo seguem em tratamento de lesões. O lateral-esquerdo João Paulo já iniciou trabalhos de transição, mas ainda não está à disposição do técnico Lisca.

Por sua vez, o lateral-esquerdo Sávio recebeu o terceiro cartão amarelo na goleada sobre o Vitória e cumprirá suspensão automática. O jovem Lucas Luan deve substituí-lo.

Sem Azevedo, o América pode ter uma novidade na ponta esquerda. Neto Berola, respaldado por uma excelente atuação saindo do banco de reservas contra o Vitória, pode ganhar a vaga de Felipe Augusto.

Aspas americanas

Em entrevista após a goleada por 4 a 0 sobre o Vitória, no último sábado (9), o técnico Lisca ressaltou seu carinho pelo Náutico. O comandante do América teve duas boas passagens pelo clube pernambucano, em 2014 e 2015.

“Um clube que eu tenho um carinho enorme. Fiz um ótimo trabalho em dois anos lá. Sou eternamente grato. Já mando um abraço para toda a diretoria do Náutico, jogadores, torcedores, mas nós vamos lá fazer a nossa parte e buscar mais três pontos que nos deixam cada vez mais próximos do título”, disse o técnico.

Lisca também elogiou o treinador Hélio dos Anjos pela campanha de recuperação à frente do Timbu e destacou sua admiração por jogadores do elenco pernambucano.

“Sei que eles estão brigando muito, cresceram muito. Queria cumprimentar o professor Hélio dos Anjos por esse trabalho de recuperação que ele vem fazendo no Náutico. As pessoas falam: treinadores com mais idade, treinadores que já estão ultrapassados… e o Hélio está dando show de recuperação, de energia, de jogo coletivo, de jogo moderno, de pressão, de vibração. Eu sei bem como o Náutico funciona quando se mobiliza”, acrescentou Lisca.

“Estão muito fortes dentro de casa. Ótimos jogadores: Jean (Carlos, meia); Kieza (atacante); o Anderson, goleiro, que fez um grande trabalho no Santa Cruz; Kamutanga, um zagueiro líder; o Hereda (lateral-direito), o Bryan (lateral-direito), o Jorge (Henrique, atacante). Um time bem qualificado. Dadá Belmonte também, que eu gosto muito, que está voltando do Covid-19. Jogo dificílimo”, finalizou.

Náutico

Anderson; Bryan, Rafael Ribeiro, Camutanga e Kevyn; Rhaldney, Matheus Trindade (Jhonnatan) e Jean Carlos; Jorge Henrique, Ruy (Dudu ou Dadá Belmonte) e Kieza.
Técnico: Hélio dos Anjos

América

Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson e Sávio; Zé Ricardo, Juninho e Alê; Ademir, Felipe Augusto (Neto Berola) e Rodolfo.
Técnico: Lisca

Motivo: 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data e horário: terça-feira, 12 de janeiro de 2021, às 19h15
Local: Estádio dos Aflitos, em Recife
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)
Transmissão: SporTV  e Premiere FC.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade