Publicidade

Estado de Minas RODADA

Empate do São Paulo e derrota do Internacional favoreceram o Atlético

Os resultados da 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro contribuíram para o Galo reassumir a liderança


23/11/2020 04:00 - atualizado 22/11/2020 23:16

O Internacional até saiu na frente no Beira-Rio, mas acabou tomando a virada do Fluminense, que venceu por 2 a 1(foto: Raul Pereira/Estadão Conteúdo)
O Internacional até saiu na frente no Beira-Rio, mas acabou tomando a virada do Fluminense, que venceu por 2 a 1 (foto: Raul Pereira/Estadão Conteúdo)
Se não conseguiu a vitória que desejava contra o Ceará, fora de casa, o Atlético foi beneficiado por resultados de outros concorrentes ao título brasileiro. Dos primeiros colocados, só o Flamengo venceu, tendo feito 3 a 1 no Coritiba, sábado, no Maracanã. No mesmo dia, o Palmeiras foi derrotado por 1 a 0 pelo lanterna Goiás, mesmo placar pelo qual o Athlético-PR bateu o Santos.

Ontem, o São Paulo ficou no 1 a 1 com o Vasco, no Morumbi. O argentino Cano abriu o placar para o Vasco aos 18min de jogo. O Tricolor chegou ao empate aos 33min, com a ajuda do adversário: Jadson se atrapalhou ao tentar dar um chutão e entregou a bola na área para Luciano bater colocado.

Os são-paulinos lamentaram muito o resultado, pois uma vitória deixaria a equipe com a mesma pontuação de Atlético e Flamengo, mas com três jogos a menos. Agora, o time de Fernando Diniz, invicto há 12 partidas no torneio, enfrenta o Ceará, quarta-feira, às 19h15, no Castelão, em partida adiada da 16ª rodada, podendo assumir a liderança.

DE VIRADA


Pior foi o Internacional, que saiu na frente jogando em casa contra o Fluminense, mas tomou a virada e já soma cinco jogos sem vitória no Brasileiro. Maurício, ex-Cruzeiro, abriu o marcador aos 14min do primeiro tempo. Thiago Galhardo chegou a ampliar, mas o gol foi anulado por conta de toque na mão do atacante colorado.

Aos 11min do segundo tempo, outro ex-cruzeirense, Lucca, empatou com um gol olímpico. E Caio Paulista decretou a vitória tricolor a 10 minutos do término do tempo regulamentar, fazendo os cariocas chegarem aos 35 pontos, apenas um atrás do Internacional.

ENGENHÃO


Outro visitante que se deu bem o Fortaleza, que fez 2 a 1 no Botafogo, em pleno Engenhão. Bergson, aproveitando rebote de Cavalieri, abriu o placar aos 15min da etapa final, com Deivid, ex-Cruzeiro, ampliando aos 33min, depois de boa jogada individual. Dois minutos depois, Warley diminuiu para os cariocas, que estão em penúltimo no Brasileiro, à frente apenas do Goiás.

No último jogo da noite de ontem, na Zona Leste de São Paulo, no Neo Química Arena, o Corinthians recebeu o Grêmio com o objetivo de conseguir os três pontos para sair da parte perigosa da tabela. Mas o jogo terminou em 0 a 0. Mesmo com dois jogadores a mais, o tricolor gaúcho não conseguiu furar a defesa corintiana. A 22ª rodada será encerrada hoje, às 20h, quando jogam Sport e Atlético-GO, na Ilha do Retiro, no Recife. (PG)




*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade