Publicidade

Estado de Minas MINEIRÃO

Galo tem grande oportunidade diante do Goiás, lanterna do Brasileiro

Líder do Brasileirão busca se recuperar da derrota para o Fortaleza diante do pior time do campeonato


10/10/2020 04:00



Depois de ser parado pelo Fortaleza de Rogério Ceni no meio de semana, em Fortaleza, o Atlético terá oportunidade de se redimir no Campeonato Brasileiro diante do lanterna Goiás, hoje, às 21h, no Mineirão, pela 15ª rodada. Em casa e contra um adversário que vem mostrando dificuldades para se encontrar na competição, a expectativa é de que o Galo possa ter melhor organização tática e tenha êxito na conclusão de jogadas, aspectos que foram determinantes para o resultado negativo no Nordeste.

No último jogo, as mudanças propostas pelo técnico Jorge Sampaoli não surtiram efeito, sobretudo as entradas do lateral-esquerdo Fábio Santos e do armador Hyoran entre os titulares. No duelo desta noite, ele deve mudar a formação mais uma vez, como ocorreu nas 14 rodadas anteriores, para que a equipe tenha melhora coletiva.


O armador Nathan deve retornar ao time titular, depois de contusão na coxa esquerda que o tirou da última partida(foto: PEDRO SOUZA/ATLÉTICO %u2013 1/7/20)
O armador Nathan deve retornar ao time titular, depois de contusão na coxa esquerda que o tirou da última partida (foto: PEDRO SOUZA/ATLÉTICO %u2013 1/7/20)
 
Mais do que atacar, o Atlético tem como missão amenizar as falhas defensivas acumuladas nos últimos jogos. O time alvinegro levou dois gols do Fortaleza graças a erros gerais no sistema de proteção. A última vez em que a equipe saiu de campo sem levar gol foi na vitória contra o Coritiba por 1 a 0, no Couto Pereira, no mês passado. Curiosamente, o goleiro Éverson, jogador de confiança de Sampaoli, nem havia sido contratado pelo clube – o ex-cruzeirense Rafael era o titular antes. Depois disso, foram 11 gols sofridos em seis partidas.

Apesar das falhas, Sampaoli atribuiu ao ataque a responsabilidade pela derrota no Nordeste: “Nos faltou inteligência, nível, eliminar a zona defensiva, ter mais chances. A equipe levava até o terceiro quarto do campo, mas não podia consolidar o domínio em oportunidades. Isso fez com que a partida fosse fugindo da gente, com um desgaste que não tinha nenhum resultado”.

Uma novidade esperada para o jogo contra o Goiás é o retorno do armador Nathan entre os titulares. O jogador sentiu dor na coxa esquerda e não passou no teste para estar na partida contra o tricolor do Nordeste. Neste Brasileiro, o Galo venceu as seis partidas com o jogador em campo. Ele já havia sofrido lesão no bíceps femoral da coxa esquerda e ficou um mês fora entre agosto e setembro. Sem ele, curiosamente, o Galo foi derrotado quatro vezes.

Por outro lado, a equipe segue sem contar com o zagueiro paraguaio Junior Alonso, o volante equatoriano Alan Franco e o atacante venezuelano Savarino. O trio defende suas seleções nas Elminiatórias Sul-Americanas e também desfalcará os mineiros no duelo com o Fluminense, também no Mineirão.


O ADVERSÁRIO
 
Mesmo com três jogos a menos em relação aos adversários, o Goiás faz campanha muito ruim em seu segundo ano consecutivo na elite do Campeonato Brasileiro. O time esmeraldino venceu apenas duas partidas e tem aproveitamento de 27,3% dos pontos disputados. A equipe começou a competição sob o comando de Ney Franco, que foi demitido no fim de agosto. Thiago Larghi, ex-Atlético, assumiu o cargo, mas ficou apenas seis jogos e novamente foi dispensado. Enderson Moreira, campeão da Série B com o clube em 2012, voltou para tentar colocar o alviverde nos eixos.

Contra o Galo, serão pelo menos cinco mudanças em relação ao time que perdeu para o Fluminense por 4 a 2, em casa. O zagueiro David Duarte e o armador Daniel Bessa retornam de suspensão. Keko, recuperado de lesão, também volta. Na lateral direita, Edílson está suspenso e será substituído por Yago Rocha ou Juan Pintado. Outra mudança deve ser a entrada do armador Shaylon entre os titulares.
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade