Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Cruzeiro: Maurício elogia novo posicionamento e já vê melhora na equipe

Escalado numa posição mais de criação pelo técnico Ney Franco, jogador acredita na subida de produção do time


17/09/2020 17:26 - atualizado 17/09/2020 17:59

Maurício, de 19 anos, é o artilheiro do Cruzeiro na temporada com cinco gols(foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Maurício, de 19 anos, é o artilheiro do Cruzeiro na temporada com cinco gols (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

De promessa das categorias de base a um dos pilares do time titular do Cruzeiro em 2020, o armador Maurício completou em julho um ano como profissional. Ainda que esteja no estágio inicial da carreira, o camisa 11 já assume grande responsabilidade no árduo desafio de levar os celestes de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Na competição, ele viveu altos e baixos e até ficou alguns jogos no banco de reservas com Enderson Moreira. Agora, com Ney Franco, volta a recuperar o espaço, mas de um jeito diferente.
 
O treinador mudou o posicionamento do armador na partida contra o Vitória, recuando-o para atuar de frente e ter mais espaço na criação das jogadas. Novamente, ele será usado na nova função diante do CSA, neste sábado, às 21h, em Maceió, pela 10ª rodada. 

Artilheiro da equipe na temporada, com cinco gols, o jogador de 19 anos aprova a ideia do novo treinador e acredita que isso será o diferencial para a dinâmica da equipe: “Me senti um pouco melhor. Estava jogando mais como segundo volante ou armador, um jogo mais apoiado, de posse de bola. E com o Enderson, vinha jogando de costas, o que é mais difícil do que agora. Deu muito certo no jogo e está dando certo também nos últimos treinos. Houve melhora muito grande não só no meu posicionamento, como de toda a equipe também”.

Apesar da pouca idade, Maurício já viveu muitas experiências no clube. No ano passado, lidou com a pressão de ajudar a equipe a se salvar do rebaixamento, algo que não conseguiu. Em 2020, tem sido um dos líderes no processo de reconstrução da Raposa, muito prejudicada na situação financeira. “Tenho um carinho muito grande pelo clube. Foi o clube que me abriu as portas para o futebol e não vou medir esforços para ajudá-lo. Esse ano pode ser marcante como o ano da reconstrução. Acredito muito que vai dar certo”, afirmou o camisa 11. 

Ele comenta o período de trabalho ao lado de Ney Franco, que, na década passada, contribuiu para o amadurecimento de jogadores revelados na base celeste: “Os treinos estão sendo mais curtos, porém com  intensidade muito alta. Isso nos ajuda. Como tivemos semana cheia, foi possível trabalharmos mais algumas situações. E também conhecer o estilo de trabalho do nosso treinador para treinarmos bem e fazermos excelente jogo diante do CSA”.

Renovação

Em live no Youtube, o presidente Sérgio Santos Rodrigues disse que o zagueiro Paulo, de 18 anos, deve renovar o compromisso com o clube por mais dois anos. O jogador é visto como potencial para futura venda e já integrou as categorias de base da Seleção Brasileira. O vínculo antigo do atleta expira em dezembro. Ele já poderia assinar pré-contrato com outro clube no início do ano. O jovem era também monitorado pelo Atlético.  

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade