Publicidade

Estado de Minas

Galo promete transparência


postado em 06/06/2020 04:00

Túlio Kaizer
 
 
 
“O Atlético que vem aí é um Atlético transparente, que não vai esconder nada de ninguém. Os números estarão em nosso portal de transferência. O clube vai ser auditado em todos os setores, não vai ter segredo para ninguém”, disse o presidente Sérgio Sette Câmara.

O mandatário afirmou que até mesmo os valores de negociações estarão no portal de transparência. De acordo com Sette Câmara, as transações serão sigilosas até a assinatura dos contratos, quando o clube poderá mostrar todos os valores aos torcedores.

“É claro que existe segredo de negócios, quando você tem que fazer alguma contratação. Não vamos falar como é. Mas, depois de feita, vai estar tudo lá, quanto se pagou, quanto tem que pagar, o que o clube tem de dívida, o que estamos fazendo para poder melhorar. Essa é uma obrigação nossa, deixar tudo às claras para o nosso conselho e para a torcida atleticana”, completou.

Na última semana, o presidente Sérgio Sette Câmara explicou o endividamento do Atlético uma carta aberta a conselheiros, torcedores e patrocinadores. No documento, o mandatário disse que, atualmente, o valor líquido da dívida é de R$ 656 milhões.
 
 
 
Presidente Sérgio Sette Câmara diz que o clube não esconde nada e até informações sobre negociações estarão em portal que será auditado (foto: alexandre guzanshe/em/d.a press - 24/11/19)
Presidente Sérgio Sette Câmara diz que o clube não esconde nada e até informações sobre negociações estarão em portal que será auditado (foto: alexandre guzanshe/em/d.a press - 24/11/19)
 
 
O presidente afirmou também que contratou uma auditoria da Kroll para avaliar sua gestão e também as gestões anteriores no Atlético. O objetivo é tentar entender como o clube aumentou suas dívidas nos últimos anos.

Dispensa 

O Atlético rescindiu o contrato do volante Lucas Cândido, de 26 anos. O vínculo do jogador se encerraria no fim da próxima temporada. A rescisão foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta sexta-feira. O volante vinha treinando separadamente do restante do elenco desde o início da temporada. O Atlético tentou emprestá-lo para a Chapecoense em fevereiro, mas o jogador não foi aprovado nos exames médicos. No ano passado, ele defendeu o Vitória, na Série B.

O contrato de Lucas Cândido foi renovado pela gestão de Sérgio Sette Câmara. Em janeiro de 2019, o clube ampliou o contrato do jogador até o fim de 2021. No entanto, ele não foi aproveitado pelo alvinegro. Revelado pelo Atlético em 2013, Lucas Cândido se mostrou apto para cumprir a função de lateral-esquerdo. Nessa posição, ele foi titular no time que disputou o Mundial de Clubes da Fifa (derrota para o marroquino Raja Casablanca na semifinal, por 3 a 1, e vitória sobre o Guangzhou Evergrande, da China, na disputa pelo terceiro lugar: 3 a 2).

A sequência de Lucas Cândido no Galo foi prejudicada por causa de lesões no joelho e na coxa. Por isso, ele fez “apenas” 63 jogos pelo clube em quase seis anos no elenco. Ele marcou três gols e conquistou dois títulos: Copa Libertadores, em 2013, e Campeonato Mineiro, em 2015.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade