Publicidade

Estado de Minas

Para começar a volta por cima


postado em 01/03/2020 04:00

No duelo com o Boa, Atlético deve ter novidades em campo, incluindo o atacante Ricardo Oliveira (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press %u2013 8/1/20)
No duelo com o Boa, Atlético deve ter novidades em campo, incluindo o atacante Ricardo Oliveira (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press %u2013 8/1/20)

Depois de duas eliminações em apenas uma semana, o Atlético inicia a busca pela recuperação na temporada. O Galo enfrenta o Boa, às 19h, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro, com o desafio de amenizar a frustração pela queda na Copa do Brasil para o modesto Afogados. Na partida no Sul de Minas, o time será comandado por James Freitas, que assume interinamente a vaga de Rafael Dudamel, demitido. A formação deve apresentar mudanças, incluindo a escalação do atacante Ricardo Oliveira no lugar do contestado Franco di Santo.

Na quarta-feira, o Atlético se despediu da Copa do Brasil logo na segunda fase, sendo eliminado pelo Afogados, no interior de Pernambuco. Após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar, o alvinegro caiu na disputa de pênaltis, por 7 a 6. O resultado encerrou a breve passagem de Dudamel pela Cidade do Galo – foram 52 dias de trabalho e 10 jogos. Uma semana antes, o treinador já havia amargado saída na fase inicial da Copa Sul-Americana, diante do Unión, da Argentina. A comissão técnica do venezuelano, o diretor de futebol Rui Costa e o gerente de futebol Marques também foram dispensados.

No Mineiro, o Atlético está na quarta colocação, com 11 pontos. Até a chegada do sucessor de Rafael Dudamel, o time será treinado por James Freitas, membro da comissão técnica permanente do clube.  O ‘novo comandante’ orientou somente um treino antes do jogo em Varginha e adotou mistério na escalação. Cazares e Tardelli estiveram em campo durante a atividade da equipe, mas não foram relacionados. O armador equatoriano se recupera ruptura no tendão do músculo adutor da coxa esquerda. Já o atacante, recém-contratado, ainda está fora das condições físicas ideais.

Com inflamação no tendão, o zagueiro Réver é desfalque. O lateral-direito Patric, recuperado de dor na coxa esquerda, voltou a ser relacionado, enquanto o colega de posição, Mailton, ficou fora por opção técnica.

James explicou que definirá o time titular de acordo com o desgaste dos jogadores, que retornaram a Belo Horizonte na noite de sexta-feira e viajaram para Varginha ontem. O treinador interino, contudo, sinalizou que vai alterar a equipe. No ataque, Ricardo Oliveira deve ganhar a posição de Di Santo. Victor pode voltar ao gol no lugar de Michael, e o esquema de três zagueiros implementado por Dudamel seria desfeito.

“Existem preferências, que são naturais. Vou fazer as minhas escolhas. Estamos lidando com atletas experimentados. Claro, duas eliminações recentes têm um impacto para qualquer ser humano, e com o jogador não é diferente. Diante das escolhas que serão feitas, temos plenas possibilidades de fazer um grande jogo e retomar essa caminhada de que o Atlético precisa”, projetou.

O Adversário  

A partida terá o desafio de recuperação para o Boa. O time de Nedo Xavier tem só um triunfo no Estadual (sobre a URT) e perdeu os dois últimos compromissos (Caldense e Villa Nova).


Sampaoli perto
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press %u2013 20/10/19)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press %u2013 20/10/19)

O Atlético retomou conversas com o técnico argentino Jorge Sampaoli, de 59 anos, e espera chegar a um acordo até amanhã para oficializá-lo como substituto de Rafael Dudamel, demitido na quinta-feira. Se o desfecho for positivo, a estreia poderá ser no clássico com o Cruzeiro, sábado. Ele traria os auxiliares Jorge Desio e Carlos Desio, os preparadores físicos Pablo Fernandes e Marcos Fernandes e o analista de desempenho Felipe Araya. O Superesportes apurou que Sampaoli sugeriu ao Galo o nome de Gabriel Andreata, com quem trabalhou no Santos, para a gestão do futebol.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade