Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Série B: Cruzeiro recebe Oeste para afastar de vez risco de rebaixamento

Duelo está marcado para as 21h30 desta quarta-feira, no Independência


13/01/2021 09:07 - atualizado 13/01/2021 09:10

Felipão orienta jogadores durante treino do Cruzeiro na Toca II(foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Felipão orienta jogadores durante treino do Cruzeiro na Toca II (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O Cruzeiro entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30, diante do Oeste, para confirmar pelo menos a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. Se vencer o compromisso pela 33ª rodada, no Independência, o time celeste afastará de vez qualquer chance de rebaixamento.

Embora o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aponte a necessidade de 50 pontos para que um clube não seja rebaixado, a conquista de 47 nesta edição da Série B deverá bastar para a permanência. Atualmente, o Cruzeiro é o 13º, com 44 pontos - oito a mais que o Figueirense, que abre a zona de rebaixamento. O CSA, quarto colocado, soma 52.

Luiz Felipe Scolari tem uma série de problemas para escalar o time nesta quarta. Ele não poderá contar com o meia Giovanni e com o atacante William Pottker. Os dois foram expulsos pelo árbitro Paulo Henrique Schleich Vollkopf na vitória celeste por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na última sexta-feira.

O volante Jadsom Silva também não ficará à disposição para o duelo desta quarta. Ele acionou o Cruzeiro na Justiça, já que o clube deve três meses e meio de salários, incluindo o 13º. 

Por outro lado, Felipão poderá contar com o retorno do zagueiro Manoel, que cumpriu suspensão e não atuou na vitória em São Luís. Ele deverá reassumir a condição de titular na zaga celeste ao lado de Ramon.

No meio-campo, o único jogador à disposição com as características de Giovanni é Claudinho. O jovem atleta, de 20 anos, contratado em julho pelo Cruzeiro, tem apenas um jogo como titular. Outra opção, essa mais provável, é que Felipão altere o esquema da equipe, utilizando três volantes (Jadson, Adriano e Filipe Machado).

Para a vaga de Pottker, Felipão tem o jovem Stênio, de 17 anos, que se recuperou de uma lesão no ombro esquerdo. A tendência é que ele seja o escolhido para formar o trio de frente com Airton e Rafael Sobis. Se o treinador optar por jogadores mais fixos, de área, as opções são Thiago, Sassá e Marcelo Moreno.

Oeste

Virtualmente rebaixado à Série C do Campeonato Brasileiro, o Oeste tenta lutar de cabeça erguida nas rodadas finais da Segunda Divisão. 

Para o duelo desta quarta, o técnico Roberto Cavalo não terá desfalques, uma vez que não perdeu nenhum atleta por lesão ou por suspensão automática.

Na lanterna da competição, a equipe do interior de São Paulo soma 23 pontos - 13 a menos que o Figueirense, que está na 17ª colocação.

CRUZEIRO X OESTE

Cruzeiro
Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Jadson, Adriano e Filipe Machado; Stênio (Marcelo Moreno), Airton e Rafael Sobis. Técnico: Luiz Felipe Scolari 

Oeste
Caíque França; Raí Ramos, Vitão, Maurício Barbosa e Rael; Lídio, Yuri e Caio; Pedrinho, Bruno Alves e Fábio. Técnico: Roberto Cavalo

Motivo: 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 12 de janeiro de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade