Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL

Pressão pela vitória

Eliminado da Sul-Americana, Atlético entra em campo hoje contra o modesto Afogados precisando vencer. Empate leva aos pênaltis


postado em 26/02/2020 04:00

O volante Allan volta à equipe e deve substituir o zagueiro Réver, que desfalca o time hoje contra o Afogados da Ingazeira (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press %u2013 9/1/10 )
O volante Allan volta à equipe e deve substituir o zagueiro Réver, que desfalca o time hoje contra o Afogados da Ingazeira (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press %u2013 9/1/10 )




Depois de deixar boa impressão aos torcedores na vitória por 2 a 0 sobre o Unión – resultado, porém, insuficiente para garantir vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana –, o Atlético encara outro jogo eliminatório, desta vez em busca da classificação à terceira fase da Copa do Brasil. Contra o modesto e pouco conhecido Afogados-PE, hoje, às 21h30, no Estádio Vianão, o time de Rafael Dudamel não poderá ter oscilações ou cometer erros durante os 90 minutos para não correr risco de ver a vaga escalar. Vitória da a vaga ao Galo, enquanto empate leva a decisão para os pênaltis. Se passar de fase, o clube assegura uma premiação de R$ 1,5 milhão.

O maior desafio no jogo desta noite é vencer o cansaço. A preparação para a partida foi concluída ontem, numa rápida atividade que começou 7h na Cidade do Galo. Em seguida, a delegação embarcou de Confins até Juazeiro do Norte-CE em voo fretado, seguindo depois de ônibus para o interior de Pernambuco (o trajeto de quase 300 quilômetros). Numa cidade de difícil acesso, a logística escolhida pela comissão técnica foi a melhor para que os jogadores passassem o menor tempo possível na estrada.

Dudamel não teve muito tempo para comandar atividades depois do jogo contra o Unión, já que os atletas tiveram dois dias de folga antes do carnaval. Mesmo com a dificuldade em chegar a Afogados, a missão da equipe é mostrar a mesma intensidade da partida contra os argentinos, cuja atuação foi muito elogiada pela torcida e servirá de inspiração para os próximos compromissos pela Copa do Brasil e pelo Campeonato Mineiro.

SEM CAPITÃO 

A equipe que jogará hoje terá o desfalque do capitão Réver. Substituído do jogo contra o Unión em virtude de inflamação no tendão. Com isso, Dudamel pode abrir mão do esquema com três zagueiros que deu certo na última partida. Nesse sentido, quem deve substituir Réver é o volante Allan, que volta ao time titular depois de cumprir suspensão na Copa Sul-Americana. Na esquerda, a tendência é que Guilherme Arana ganhe de vez a disputa com o experiente Fábio Santos.


O ADVERSÁRIO
Fundado somente em 18 de dezembro de 2013, o Afogados tem como maior conquista o título de campeão do interior do Campeonato Pernambucano no ano passado – ficou na terceira posição. O clube fez história ao eliminar o Atlético-AC na fase inicial da Copa do Brasil com goleada por 3 a 0. Por ter passado de fase, a Coruja ganhou R$ 650 mil de premiação da CBF, seis vezes a folha salarial do clube, que gira em torno de R$ 100 mil mensais. 


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade