Publicidade

Estado de Minas

Novo uniforme nas lojas a partir de 2 de janeiro


postado em 27/12/2019 04:00

Cruzeiro divulgou ontem fotos dos atletas com a coleção da Adidas(foto: Cruzeiro/Divulgação)
Cruzeiro divulgou ontem fotos dos atletas com a coleção da Adidas (foto: Cruzeiro/Divulgação)

O Cruzeiro apresentou à torcida, ontem, sua nova linha de uniformes, que será fornecida pela Adidas, substituta da Umbro. O acordo com a marca alemã vai até o fim de 2022, podendo ser ampliado até 2025. As vendas da nova coleção começam nas lojas oficiais em 2 de janeiro, dia do aniversário de 99 anos do clube. As camisas serão comercializadas a R$ 249,99 nas versões masculina e feminina, e R$ 229,99 no modelo infantil.

Na coleção constam também jaquetas, shorts, meias e mochilas, entre outros itens. A campanha de divulgação da nova linha contou com os jogadores Fábio, Henrique, Leo, Éderson, Dedé, Rodriguinho, Caio Rosa (Sub-20) e João Menezes (Sub-13), além de Micaelly, Duda e Miriã do time feminino.

Diferentemente da camisa branca, que chegará ao mercado com gola redonda, a azul terá gola V. Outra diferença de design será na apresentação das tradicionais três listras da fornecedora alemã: enquanto na camisa branca elas ficarão posicionadas nas laterais, na versão azul elas aparecem no ombro, não se estendendo até as mangas.

A camisa amarela, de goleiro, também terá gola V, com borda em azul, e as três listras restritas ao ombro. Na parte lateral há ainda um detalhe em azul. O segundo modelo de goleiro, apresentado no vídeo oficial da Adidas, é na cor roxa, com detalhes em verde-limão.

A Adidas já confeccionou os uniformes do Cruzeiro de 1985 a 1989. À época, a empresa exibia a icônica flor de lótus na camisa celeste.

CATEGORIAS DE BASE

Após demitir Amarildo Ribeiro, homem de confiança do ex-vice-presidente de futebol Itair Machado, o Cruzeiro contratou Ricardo Drubscky, de 59 anos, para o cargo de diretor de base. Neste ano, ele comandou a Tombense, que ficou em sétimo lugar no Grupo B da Série C do Brasileiro, com 23 pontos. Em agosto, após a participação do clube na Terceira Divisão Nacional, Drubscky deu por encerrada sua carreira à beira de campo para se dedicar exclusivamente à gestão esportiva.


Publicidade