Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO BRASILEIRO

Derrota e festa na despedida

Sem a maioria dos titulares, Atlético perde para o Internacional, de virada, no Beira-Rio. Depois do jogo, atletas e torcedores ironizam o rebaixamento do Cruzeiro para a Série B


postado em 09/12/2019 04:00

Torcedores alvinegros foram para a porta da sede de Lourdes comemorar a queda do maior rival para a Série B. Vagner dos Reis faturou com a venda de faixas alusivas ao rebaixamento celeste(foto: Fotos: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
Torcedores alvinegros foram para a porta da sede de Lourdes comemorar a queda do maior rival para a Série B. Vagner dos Reis faturou com a venda de faixas alusivas ao rebaixamento celeste (foto: Fotos: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
Com time bastante modificado – a maioria dos titulares já estava de férias –, o Atlético encerrou a participação no Campeonato Brasileiro de 2019 com derrota de virada para o Internacional, ontem, no Beira-Rio. O Galo saiu frente em Porto Alegre logo aos 5min do primeiro tempo, com Otero. Depois de muita pressão, Guerrero igualou o placar para o Colorado, aos 36 da etapa final. Nos acréscimos, aos 52min, Victor Cuesta garantiu o triunfo gaúcho.

Com o resultado, o Atlético termina o Brasileiro na 13ª posição, com 48 pontos, de 13 vitórias, nove empates e 16 derrotas. Foram 45 gols marcados e 49 sofridos. O único alento na campanha é a classificação para a Copa Sul-Americana. A posição na classificação garante ao clube a premiação de R$ 13,7 milhões.

Depois da partida, o Atlético postou, em suas redes sociais, uma provocação ao Cruzeiro, pelo rebaixamento para a Série B. Alguns jogadores do time alvinegro também gravaram vídeo, no vestiário do Beira-Rio, cantando “Arêrêêê, o Cruzeiro vai jogar a Série B!”. O atacante Bernard, ex-Galo e atualmente jogando no Everton, da Inglaterra, também fez várias postagens, no Twitter, ironizando a ida da Raposa para a Segunda Divisão.

Torcedores foram para a sede do Galo, no Bairro de Lourdes, “comemorar”, entoando cânticos como “Ão, ão, ão, Segunda Divisão”, “Ih, ninguém segura, o Itair (Machado, ex-vice-presidente do clube) é 100% Galoucura”, além de cantarem o hino do Atlético. Vagner dos Reis, 42 anos, atleticano, aproveitou a ocasião para faturar, vendendo, a R$ 5 cada, faixas com dizeres alusivos à queda do Cruzeiro. BHTrans, Polícia Militar e Guarda Municipal acompanharam a movimentação de perto.

O técnico Vagner Mancini preferiu ser sintético em relação à manifestação dos jogadores: “Na hora em que saímos do jogo, chegamos ao vestiário, fizemos a oração e saí. Até ouvi alguma coisa, mas estava fazendo as minhas anotações de jogo, como normalmente faço, porque se deixo para depois acabo esquecendo alguns detalhes. Então, escutei algumas coisas, mas não vi”.

Ele também comentou a possibilidade de renovar seu contrato, que termina neste mês. Vagner Mancini já deixou claro para os dirigentes que só permanece no alvinegro se for para ser treinador, rechaçando qualquer possibilidade de assumir cargo diretivo. “Meu contrato vai até o fim do ano, estávamos focando nesses últimos jogos, a partir de agora teremos tempo para sentar e resolver”, disse.

PREOCUPAÇÕES 

O venezuelano Otero deixou o estádio caminhando apoiado por muletas, por causa de torção no tornozelo esquerdo. Hoje, na volta da delegação a Belo Horizonte, o jogador passará por exames para que seja diagnosticada a extensão da lesão.

Já o prata da casa Marquinhos, de 20 anos, que já vinha sendo observado por equipes europeias – estaria na mira do inglês Chelsea – teve seu contrato renovado. O novo vínculo, com multa rescisória maior, agora vai até 2023.

Galo abriu o placar com Otero, logo no início da partida, mas levou dois gols no segundo tempo, o último, de Victor Cuesta, aos 52min(foto: Bruno Cantini/Atlético)
Galo abriu o placar com Otero, logo no início da partida, mas levou dois gols no segundo tempo, o último, de Victor Cuesta, aos 52min (foto: Bruno Cantini/Atlético)

INTERNACIONAL 2
X
ATLÉTICO 1

Internacional
Marcelo Lomba; Heitor (Nonato 26 do 2º), Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso e Edenílson, Neilton (Wellington Silva 35 do 2º), D'Alessandro e Sarrafiore (Rafael Sobis 19 do 2º); Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Atlético
Victor, Guga, Leo Silva, Maidana e Lucas Hernández (Hulk 44 do 2º); Zé Welison e Martinez (Bruninho 42 do 2º); Otero (Terans, intervalo), Vinícius e Maicon; Di Santo
Técnico: Vagner Mancini

38ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Beira-Rio
Gols: Otero 5 do 1º; Guerrero 36 e Victor Cuesta 52 do 2º
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique Andrade e José Reinaldo Nascimento (DF)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartão amarelo: Otero, Guerrero, Neilton e D'Alessandro

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade