Publicidade

Estado de Minas

Motivação turbinada

Vantagem construída no Rio, premiação milionária, chance de seguir em busca de mais um título e Independência lotado empurram Galo no duelo com o Botafogo pela Sul-Americana


postado em 31/07/2019 04:09

Autor do gol no Engenhão, o armador Vinícius diz que, mesmo com a vantagem, Atlético vai ao ataque(foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)
Autor do gol no Engenhão, o armador Vinícius diz que, mesmo com a vantagem, Atlético vai ao ataque (foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)


Prêmio de mais de R$ 2 milhões, vaga nas quartas de final numa competição internacional e confiança extra para seguir em 2019 com chance de título em mais de uma competição. O Atlético tem vários ingredientes positivos para novamente tentar mostrar um futebol de intensidade e muita entrega diante do Botafogo hoje, às 21h30, no Independência, no segundo jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Mesmo que tenha vencido por 1 a 0 no Rio e levado a vantagem do empate para o Horto, o grupo está ciente de que a torcida exigirá atuação parecida à que o time alvinegro mostrou há duas semanas, no clássico com o Cruzeiro, em que triunfou por 2 a 0.

O bom resultado no Engenhão motivou o público a comparecer em peso ao estádio. Foram vendidos mais de 21 mil bilhetes antecipadamente, restando poucos na bilheteria à disposição dos atleticanos. Se passar à próxima fase, o Galo igualará sua melhor participação na Copa Sul-Americana, de 2010, quando parou justamente nas quartas de final depois de ser eliminado pelo Palmeiras. Os mineiros já disputaram a competição oito vezes no atual formato. O adversário das quartas de final é o La Equidad-COL.

A meta da equipe é não abrir espaço para o Botafogo e ampliar a condição favorável já construída no Rio: “Vamos tentar impor nosso jogo dentro de casa, que é sempre muito forte, ainda mais com a ajuda do nosso torcedor. Temos o resultado, mas vamos entrar na partida para ganhar e nos classificar. Que a gente possa entrar ligado e que possa fazer um grande jogo para conseguir esta classificação, que é importantíssima”, avalia o armador Vinícius, autor do gol no jogo de ida e titular nas últimas três partidas.

Natural de Curitiba, o jogador, de 29 anos, mais uma vez ocupa o lugar do armador Cazares, que foi diagnosticado com conjuntivite na semana passada e nem ficará no banco de reservas. Vinícius sabe que é essencial ter atenção com os contragolpes do time carioca: “Precisamos atacar marcando. É procurar o gol, mas estar ligado atrás. O time  adversário é qualificado e tem jogadores na frente que podem decidir. Na preleção, o Rodrigo vai falar para nós sobre a melhor forma de neutralizar os contra-ataques para que possamos ter êxito e sair classificados”.

Rodrigo Santana cobrou dos jogadores mais eficiência no momento de definir os lances ofensivos. O time alvinegro empatou duas vezes seguidas pelo Campeonato Brasileiro – 2 a 2 com o Fortaleza, no Horto, e 0 a 0 com o Goiás, em Goiânia – em partidas em que teve mais chances que os adversários, mas que faltou capricho no último passe ou nas finalizações. Até mesmo diante do Botafogo, no Rio, o Galo poderia ter aberto uma vantagem de dois ou três gols, mas desperdiçou inúmeras chances.

O lateral-esquerdo Fábio Santos sabe que o Galo necessita de mais atenção no instante de finalizar: “Precisamos ser mais cirúrgicos. Há jogos em que não vamos criar tantas situações de gol, como ocorreu diante do Goiás. Temos criado situações de gol dentro e fora de casa, feito bons jogos, e a equipe vai amadurecendo. Temos que saber aproveitar as chances que criarmos”.

ARTILHEIRO A comissão técnica confirmou que Ricardo Oliveira começará a partida mais uma vez como titular, mesmo o atacante não marcando gols há 13 jogos. Rodrigo garante que a experiência do artilheiro de 39 anos será imprescindível para que a equipe possa jogar com consciência e tranquilidade. Em recuperação de tendinite no joelho esquerdo, o goleiro Victor é desfalque mais uma vez. Os volantes Jair e Elias não foram a campo para o aquecimento com os demais atletas no treino fechado de ontem, mas devem começar como titulares.
 
Outra equipe brasileira na Sul-Americana, o Fluminense se classificou para as quartas de final ao vencer o Peñarol por 3 a 1, ontem, no Maracanã. 


O ADVERSÁRIO
Zaga improvisada
Não bastasse a missão de vencer o Atlético por dois gols de diferença no Independência, o Botafogo tem sérios problemas na defesa. Além de não poder usar Gabriel, cujos direitos econômicos são ligados ao Galo, o técnico Eduardo Barroca ficou sem o argentino Joel Carli, expulso na partida anterior. Sendo assim, ele terá de improvisar o volante e armador Cícero ao lado de Marcelo Benevenuto na zaga. Com isso, Gustavo Bochecha ganha vaga no meio-campo. O volante João Paulo desconsidera o momento ruim alvinegro – são cinco jogos sem o resultado positivo – e tenta motivar o grupo a conquistar a vitória em BH: “Temos que buscar o equilíbrio. Não pensamos muito se vamos fazer cinco ou levar quatro gols. O que mais queremos agora é voltar a vencer. Vencendo em Belo Horizonte, pelo menos levamos a decisão da vaga para os pênaltis. Se for por mais de um gol, já garantimos a classificação”.


FICHA TÉCNICA
Atlético x Botafogo
Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair, Elias, Vinícius, Otero e Chará; Ricardo Oliveira
Técnico: Rodrigo Santana
Botafogo: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Cícero e Gílson; Bochecha, João Paulo e Alex Santana; Rodrigo Pimpão, Luiz Fernando e Diego Souza
Técnico: Eduardo Barroca
Jogo de volta das oitavas de final da Sul-Americana
Estádio: Independência
Horário: 21h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (SP) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Leodan González (URU)
Transmissão: DAZN


Transmissão exclusiva pelo DAZN 
A partida de hoje entre Atlético e Botafogo, às, 21h30, no Independência, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, terá transmissão exclusiva do DAZN, plataforma de streaming esportivo. Para ter acesso ao jogo, é preciso assinar o DAZN no site superesportes.com.br. Para aquecer o duelo, a plataforma lançou o segundo episódio da série Versus: Botafogo versus Atlético, que conta os bastidores e traz entrevistas dos personagens deste clássico alvinegro. Novos assinantes terão um mês de acesso grátis, e o cancelamento pode ser feito a qualquer momento. Do segundo mês em diante, o custo mensal é de R$ 37,90, sem contrato de fidelização. O serviço é compatível com Smart TVs, celulares, tablets, computadores e consoles de videogames.


Publicidade