Publicidade

Estado de Minas

Um intruso na briga


postado em 29/07/2019 04:07

O holandês Max Verstappen foi a surpresa com o primeiro lugar no GP da Alemanha(foto: DIVULGAÇÃO)
O holandês Max Verstappen foi a surpresa com o primeiro lugar no GP da Alemanha (foto: DIVULGAÇÃO)


Max Verstappen havia dito, na véspera do GP da Alemanha da Fórmula 1, que “tudo poderia acontecer” na corrida. O piloto holandês da Red Bull estava certo e, parecendo saber o que viria pela frente, adotou a melhor estratégia na prova maluca cheia de acidentes para chegar na frente ontem no traçado alemão. Sebastian Vettel (Ferrari) e Daniel Kvyat (Toro Rosso) completaram o pódio.

Ele teve inteligência para trocar os pneus no momento certo e tranquilidade para sustentar a liderança até o fim. O holandês, que conquistou sua segunda vitória na temporada e a oitava na carreira, destacou que o fato de, no geral, ter tomado as decisões certas foi fundamental para triunfar no circuito alemão.

“Foi uma corrida incrível de vencer, realmente estava complicado na pista e conseguimos tomar as decisões certas”, relatou. “Tivemos um pequeno momento de erro com pneus slick, mas foi uma rodada muito legal. Eu gostei disso. A corrida foi mais uma questão de não cometer erros. A gente aprende isso com o passar dos anos”, emendou o piloto da Red Bull.

Agora com 162 pontos, Verstappen ainda segue em terceiro na classificação do Mundial de Pilotos, mas diminuiu a desvantagem em relação ao segundo colocado, Valtteri Bottas, e ao líder, Lewis Hamilton, que soma 223 pontos. A dupla da Mercedes não pontuou no GP da Alemanha, já que Hamilton foi o 11º colocado, e Bottas abandonou o GP.

Sebastian Vettel foi o grande personagem do dia. Com uma atuação de extrema superação, o alemão conseguiu se recuperar quase que totalmente de um sábado desastroso no qualificatório e assegurou um segundo lugar.

O piloto da Ferrari teve de largar no 20º e último lugar devido a um problema no turbo do seu carro que nem sequer o deixou ir para a pista no sábado. Ontem, junto com a forte chuva que passeou sobre o Circuito de Hockenheim, o sol e a sorte retornaram para recolocar o tetracampeão mundial numa posição de ataque, especialmente na segunda metade da prova. Agora, Vettel é o quarto colocado no Mundial de Pilotos, com 141 pontos, chegando um pouco mais próximo dos líderes.

LIDERANÇA Mesmo terminando apenas em 11º, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, ainda abre a classificação, com 223 pontos, seguido por seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas (184), e por Verstappen (162).


Publicidade