Publicidade

Estado de Minas

Minas de olho em Varejão


postado em 26/07/2019 04:09

Equipe mineira busca patrocinador para contratar o pivô, de 36 anos(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS - 15/4/18)
Equipe mineira busca patrocinador para contratar o pivô, de 36 anos (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS - 15/4/18)


Depois de acertar a renovação do contrato do armador Leandrinho, que permanecerá no Minas por mais uma temporada – até o meio de 2020 –, o basquete do clube sonha alto e pode confirmar dois importantes reforços, ambos de Seleção Brasileira: o ala/armador Alex e o pivô Anderson Varejão, para a disputa do NBB 2019/2020.

A possibilidade de contratar Varejão, de 36 anos, surgiu com o desligamento do jogador do Flamengo. A partir daí, segundo Alexandre Cunha, diretor de basquete do MTC, nasceu a possibilidade de realizar o que ele chama de sonho. “Passei a informação para o marketing do clube, pedindo que conseguissem um patrocinador exclusivo para o pivô. Essa é a única chance para trazê-lo.”

No entanto, de acordo com o dirigente, nenhum contato foi feito ainda entre o time mineiro e o jogador, que tem passagens por equipes da Franca, Espanha e uma década de experiência na NBA, onde atuou por Cleveland Cavs e Golden State Warriors. “Eu não posso criar uma expectativa, que pode se tornar falsa, nem para o Varejão e nem para o Minas. Somente depois que tivermos em mãos a garantia de recursos para sua contratação é que vou procurá-lo.”

Por outro lado, o clube abriu negociações com o ala/armador Alex, de 39 anos, que ainda tem contrato com o Bauru-SP, fazendo uma proposta ao jogador, que mostrou interesse em vestir a camisa do Minas. Segundo Alexandre Cunha, o problema é que Alex tem vínculo com a equipe paulista até 31 de julho. “Somente depois disso é que vai conversar sobre a possibilidade de defender o Minas”.

No último Novo Basquete Brasil (NBB), o Minas terminou a fase de classificação na nona posição, passando à fase de playoffs. No entanto, acabou eliminado nas oitavas de final, caindo diante do Bauru, defendido por Alex.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade