Publicidade

Estado de Minas

Questão de prioridade

Mesmo precisando, e muito, dos três pontos amanhã contra o Bahia, para tentar sair da zona de rebaixamento no Brasileiro, Cruzeiro vai poupar maioria dos titulares


postado em 19/07/2019 04:07

Mauricio, Jadson e Éderson devem ganhar chance no jogo contra o Bahia, em Salvador(foto: Fotos: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Mauricio, Jadson e Éderson devem ganhar chance no jogo contra o Bahia, em Salvador (foto: Fotos: Vinnicius Silva/Cruzeiro)


O Cruzeiro viaja hoje para Salvador, onde enfrenta o Bahia, amanhã, às 17h, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas, ainda que precise pontuar para tentar sair da zona de rebaixamento, as atenções estão voltadas mesmo para o duelo com o River Plate, adversário de terça-feira, em Bueno Aires, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

O próprio técnico Mano Menezes admite que, se pudesse, ficaria na Toca da Raposa II com todos os titulares treinando para pegar os argentinos. Porém, por ter grupo pequeno – desde maio perdeu o zagueiro Murilo, o volante Lucas Silva, o armador Rafinha e o atacante Raniel – e alguns jogadores estarem com problemas físicos, terá de levar alguns dos principais atletas à capital baiana.

A tendência, de qualquer forma, é poupar alguns dos principais atletas. Entre eles podem estar o goleiro Fábio, os zagueiros Dedé e Leo, o lateral-esquerdo Egídio, o volante Henrique, os armadores Robinho e Marquinhos Gabriel e o atacante Pedro Rocha.

Até porque o cansaço por pouco não custou a classificação às semifinais da Copa do Brasil – a derrota por 2 a 0 para o Atlético assegurou a vaga, mas se tomasse mais um gol a decisão iria para os pênaltis e o adversário teve chance de fazer até mais de um na quarta-feira, no Independência. “Ficamos aquém do que podíamos fazer, até por não estar no mesmo estágio de recuperação que o nosso adversário. O Atlético, pela situação que está no Campeonato Brasileiro, pôde tirar todo mundo que jogou na quinta-feira do jogo em Chapecó (no domingo). Já o Cruzeiro, por ter iniciado mal o Nacional, não pode ficar mais sem pontuar. Nós tentamos fazer os três pontos contra o Botafogo, o que acabou desgastando os jogadores, e isso fez diferença. O Atlético estava mais vivo, mais inteiro. Mas são escolhas que temos que fazer. Felizmente deu certo e passamos mais uma vez”, afirmou Mano Menezes.

Além do desgaste, ele também tem que administrar problemas físicos. O armador Thiago Neves, por exemplo, não atuou no clássico de quarta-feira e também não irá a Salvador, ficando na capital mineira tratando de incômodo na panturrilha direita, enquanto o lateral-direito Edílson continua no Departamento Médico tratando estiramento na panturrilha esquerda. O defensor ainda não tem prazo para voltar aos gramados. Já o armador Rodriguinho se recupera de cirurgia na região lombar e também não retorna por agora.

Por outro lado, o volante Ariel Cabral, que se recupera de trauma na face, treinou normalmente ontem e deve ir para jogo contra o tricolor da Boa Terra. Assim, lideraria alguns pratas da casa, que já tiveram chances contra o Botafogo, domingo, no Mineirão. Além do lateral-direito Weverton, que foi titular contra os cariocas, e o armador Maurício, que entrou durante aquela partida, os zagueiros Fabrício Bruno e Cacá e o volante Éderson podem ser utilizados amanhã.

Isso não significa que o Cruzeiro dê pouca importância ao jogo com o Bahia. Ao contrário, pois, em 17º lugar na classificação, está na zona de rebaixamento e precisa pontuar para melhorar a posição.

“Queremos ter uma equipe constante, equilibrada, para passar confiança ao torcedor no Brasileiro também. Não queremos, lá na frente, depender dos outros. Temos condições de sair dessa situação ruim por nós mesmos e logo”, argumenta o goleiro Fábio, que não gosta de ficar fora nem de amistoso, mas que pode ser poupado e dar lugar a Rafael.

Preparação Os jogadores celestes voltam aos treinos hoje pela manhã. À tarde, embarcam rumo a Salvador, de onde retornam na noite de sábado, pouco depois do fim do jogo com o Bahia. No domingo está programado treino para o período vespertino, com viagem para Buenos Aires em seguida, em voo fretado.


ENQUANTO ISSO...
...Romero de saída?
O volante Lucas Romero pode estar mesmo de saída do Cruzeiro. A imprensa argentina divulgou ontem que o jogador se reuniu com dirigentes celestes para reiterar seu desejo de deixar o clube. O objetivo seria a transferência para o Independiente. O Cruzeiro não entra em detalhes, mas admite haver “negociação em curso”. No dia 10, a Raposa rejeitou oferta de US$ 2,3 milhões (R$ 8,5 milhões) do clube de Avellaneda. Em entrevista ao site argentino La Visera, o secretário-geral dos Rojos, Héctor Maldonado, afirmou que o Cruzeiro pediu US$ 4 milhões (cerca de R$15 milhões) para liberar Romero.


Publicidade