Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Show de De Arrascaeta no Maracanã


postado em 15/07/2019 04:07

Gabriel e Éverton Ribeiro abraçam De Arrascaeta, destaque do Flamengo(foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Gabriel e Éverton Ribeiro abraçam De Arrascaeta, destaque do Flamengo (foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

 

Goleada com requintes de crueldade. O Flamengo massacrou o Goiás no reencontro com a torcida no Maracanã pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro: 6 a 1, com direito a brilho de De Arrascaeta – autor de três gols e duas assistências –, o time rubro-negro passeou em campo. Na estreia de Rafinha e no primeiro jogo de Jorge Jesus no templo do futebol, tudo deu certo. Os demais gols foram de Gabriel (2) e Bruno Henrique. Kayke descontou.


O Flamengo fez uma pressão intensa todo o tempo. Mas foi a partir dos 43min que o atropelo começou, com três gols rubro-negros, que fechou a primeira etapa em 4 a 1. No segundo tempo, o Goiás não conseguiu esboçar reação. E o cenário só piorou, com o aumento da goleada.


O técnico português não escondeu a alegria com o que viu em campo: “Era importante a equipe jogar dentro do que temos trabalhado. Nossas ideias não sei se são melhores ou piores, mas são ideias. Um dos aspectos é alta intensidade. Conseguimos fazer isso”.


Já o Corinthians não teve vida fácil diante do CSA. No entanto, prevaleceu a estrela de um experiente jogador: Vagner Love. O atacante garantiu a vitória para o Timão por 1 a 0 em cima da equipe de Alagoas, em Itaquera.
Em Curitiba, o Athletico venceu o Internacional por 1 a 0. O técnico Tiago Nunes promoveu a entrada do garoto Vitinho, de 20 anos, pela quarta vez no Brasileirão. Ele não desperdiçou a oportunidade e, a três minutos do fim do tempo regulamentar, fez o gol da vitória


Publicidade