Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Atuações de Brasil 2 x 0 Argentina


postado em 03/07/2019 04:09

(foto: Alexandre Guzanshe - EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe - EM/D.A Press)

ATUAÇÕES
BRASIL

ALISSON (Nota 8) 
Seguro, fez boas defesas e foi salvo duas vezes pelas traves – uma em cada tempo

Daniel Alves (Nota 9)
Gigante, fez uma linda jogada no gol brasileiro e teve sua melhor atuação na Copa América

Marquinhos (Nota 7)
Muito bem no primeiro tempo, saiu aplaudido para a entrada de Miranda (Nota 7), que manteve o nível

Thiago Silva (Nota 7)
Foi salvo por Marquinhos ao escorregar em lance com Messi. No segundo tempo, foi bem

Alex Sandro (Nota 7)
Substituto de Filipe Luís, ajudou na composição da defesa, tirando espaço da Argentina

Casemiro (Nota 7)
Regular, marcou forte no meio-campo, com ajuda de Arthur.

Arthur (Nota 7)
Foi discreto no primeiro tempo. No segundo, com o jogo definido, se soltou mais e foi ao ataque
 
Philippe Coutinho (Nota 7)
Foi o mais discreto do ataque brasileiro, mas teve importância ao recompor a marcação no meio-campo

Éverton (Nota 6)
Xodó da torcida, fez sua partida mais apagada no torneio. Willian (Nota 6) jogou os últimos minutos 
no sacrifício 

Gabriel Jesus (Nota 9)
Desencantou. Teve brilho para marcar o primeiro gol e dar passe para o segundo. Allan (Nota 7) fortaleceu o meio-campo

Roberto Firmino (foto) (Nota 8)
Fazendo uma competição regular, deu assistência e marcou o gol que selou a vitória
 
 
 
ARGENTINA
Messi (Nota 6) bem que tentou, mas não encontrou espaço. Destaque também para Agüero (Nota 6), que acertou o travessão no primeiro tempo

ARBITRAGEM
O equatoriano Roddy Zambrano (Nota 7) não comprometeu. Aplicou bem os cartões no primeiro tempo, evitando que a partida ficasse ainda mais nervosa.
 


Publicidade