Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Fã da Chapecoense no apito


postado em 01/07/2019 04:09

Chef de cozinha, equatoriano Roddy Zambrano será o árbitro da semifinal de amanhã(foto: AIZAR RALDES/AFP %u2013 15/5/14)
Chef de cozinha, equatoriano Roddy Zambrano será o árbitro da semifinal de amanhã (foto: AIZAR RALDES/AFP %u2013 15/5/14)
Caberá ao equatoriano Roddy Zambrano um dos papéis centrais do Brasil x Argentina de amanhã, no Mineirão. Ele será o árbitro da partida que definirá o primeiro finalista da Copa América. Empresário, 41 anos, Zambrano pertence ao quadro da Fifa desde 2012 e já apitou um jogo nesta edição da competição: a vitória do Peru por 3 a 1 sobre a Bolívia, no Maracanã, pela fase de grupos.

Zambrano atua no ramo alimentício no Equador – começou no setor como ajudante de cozinha, se tornou chef de cozinha e hoje é dono de uma empresa que fornece serviços de alimentação – e tem larga experiência em competições continentais como Copa Libertadores e Sul-Americana. No início deste ano, apitou o jogo entre o Atlético e o Unión La Calera, no Chile, que terminou com derrota alvinegra por 1 a 0.

Mas o time brasileiro que marcou bastante a carreira de Zambrano foi outro. Em 2016, o equatoriano apitou o duelo entre Chapecoense e Independiente, da Argentina, pelas oitavas de final da Sul-Americana, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Em entrevista à Radio Única, de Quito, o árbitro disse guardar até hoje, com bastante carinho, uma camisa entregue pelo clube catarinense naquela noite. Meses depois, a equipe brasileira sofreria o acidente fatal de avião na Colômbia, quando ia jogar a final do torneio, em Medellín.

“Nos jogos internacionais, é frequente que os mandantes e visitantes nos enviem presentes ao vestiário. Em certos casos, são agendas, bandeiras ou livros. Naquela ocasião, nos mandaram uma camisa. Recebi a número 19 (de Arthur Maia). É um presente que guardo com carinho porque agora tem um significado muito grande na minha vida profissional”, diz Zambrano.

EXPERIÊNCIA O equatoriano apitou duas partidas da Seleção Brasileira nas últimas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, ambas contra o Chile. Em Santiago, triunfo da La Roja por 2 a 0, pela primeira rodada da competição. Já em São Paulo, goleada do Brasil por 3 a 0, no Allianz Parque, pela 18ª e última rodada.

A segunda semifinal, entre Chile e Peru, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, terá a arbitragem de Wilmar Roldán. O colombiano de 39 anos trabalhou em duas partidas desta Copa América: Venezuela 0 x 0 Peru, pela fase de grupos, e Venezuela 0 x 2 Argentina, pelas quartas de final.


Publicidade