Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

EUA avançam, mas com dificuldade


postado em 25/06/2019 04:08

A armadora Rapinoe fez os dois gols da vitória norte-americana por 2 a 1 sobre a Espanha(foto: Lionel Bonaventure/AFP)
A armadora Rapinoe fez os dois gols da vitória norte-americana por 2 a 1 sobre a Espanha (foto: Lionel Bonaventure/AFP)


O tão esperado duelo entre França e Estados Unidos, pela Copa do Mundo’2019, está marcado: será sexta-feira, no Parque dos Príncipes, em Paris, pelas quartas de final da competição. Ontem, as norte americanas venceram a Espanha por 2 a 1, em Reims, e asseguraram a classificação. Mas o roteiro da partida foi diferente do imaginado – a Seleção dos EUA encontrou dificuldade diante das ibéricas e só marcaram em cobranças de pênaltis, com Megan Rapinoe (2), sendo o segundo decidido depois de muita análise pelo VAR. Jennifer Hermoso fez o gol das espanholas, tornando-se a primeira jogadora a balançar a rede norte-americana na competição.

A vitória sem brilho após um caminho tranquilo na fase de grupos, com direito a 18 gols marcados contra Tailândia (13 a 0), Chile (3 a 0) e Suécia (2 a 0), acendeu o sinal de alerta na delegação dos Estados Unidos. A goleira Alyssa Naeher, que fez uma reposição errada de bola no lance do gol espanhol, mostrou fragilidade, enquanto a estrela Alex Morgan praticamente não tocou na bola.

PÊNALTI A Suécia também assegurou sua passagem às quartas de final do Mundial Feminino, ontem, ao derrotar o Canadá por 1 a 0, no Parque dos Príncipes, com belo gol de cobertura de Blackstenius. A próxima adversária será a forte Alemanha. Em sete edições do Mundial, a Suécia esteve três vezes nas semifinais. Foi terceira colocada em 1991 e 2011, além de vice-campeã em 2003. Agora, tentará superar essas campanhas após um triunfo marcado pela eficiência coletiva e pelo brilho da goleira Lindahl, que defendeu um pênalti.

Outro duelo das quartas que já está definido é Noruega x Inglaterra, que jogam na quinta-feira. As oitavas de final serão encerradas hoje, com Itália x China e Holanda x Japão.



Publicidade