Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Agora é com ela em campo


postado em 12/06/2019 04:18

Marta treinou normalmente e deve ser confirmada no duelo de amanhã com a Austrália, na França(foto: Roger Bambuck/Assessoria/CBF )
Marta treinou normalmente e deve ser confirmada no duelo de amanhã com a Austrália, na França (foto: Roger Bambuck/Assessoria/CBF )


Depois de desfalcar a Seleção Brasileira na estreia da Copa do Mundo de Futebol Feminino da França, no domingo, em Grenoble, onde a equipe nacional venceu a Jamaica por 3 a 0, Marta treinou normalmente com bola ontem, em Montpellier, e aumentou as chances de estrear na competição amanhã, quando o Brasil encara a Austrália, às 13h (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo C do torneio.

Eleita pela sexta vez a melhor jogadora do mundo pela Fifa, a atacante não encarou as jamaicanas por ainda estar em fase final de recuperação de uma lesão na coxa esquerda. Agora, porém, a craque deu um claro indício de que ficará à disposição do técnico Vadão para o duelo diante das australianas.

Marta participou ativamente e sem nenhuma restrição do treinamento realizado em campo reduzido. Com boa movimentação, ela também esteve presente em um trabalho de finalizações ao gol e mostrou estar em boas condições para defender a Seleção.

Sem a sua principal estrela em campo, o Brasil contou com três gols de Cristiane para derrotar a Jamaica na estreia. A estrela brasileira se machucou em 24 de maio, durante o período de preparação que o time nacional realizava em Portugal e desde então fez tratamento intensivo para poder atuar.

Depois do duelo diante das australianas, a Seleção Brasileira fechará a campanha na primeira fase do Mundial na terça-feira, contra a Itália, em Valenciennes.

Depois de ver Marta treinando normalmente, a meia Andressa Alves comemorou a recuperação da estrela e exaltou que a provável presença dela na partida diante da Austrália dá mais confiança ao time nacional. “A Marta é muito importante para a gente. É a melhor jogadora do mundo, então a gente precisa muito dela, e ver ela treinando e com confiança, ver que ela está 100%, isso dá um alívio para a equipe porque ela, a Formiga e a Cris (Cristiane) são os pilares do time. Então, tendo as três jogadores, a gente tem uma confiança muito maior”, afirmou a jogadora.

JOGO ABERTO Ao ser questionada se a principal atleta do Brasil está totalmente bem para atuar, Andressa Alves preferiu a cautela: “100% eu não sei, aí fica mais com os médicos. Mas, vendo ela treinar como vi hoje, com ‘sangue no olho’, acredito que ela está 100% pronta para jogar”. Já ao projetar o duelo com as australianas, previu uma partida aberta. “A gente sabe da dificuldade que vai ser o jogo porque a Austrália precisa vencer. E se a gente vencer a gente estará classificado. Então, as duas equipes vão jogar para vencer”, previu Andressa Alves.


Maior goleada da história 
A Seleção dos Estados Unidos, atual campeã do mundo, massacrou a Tailândia por 13 a 0, na maior goleada da história das Copas do Mundo femininas. Só a estrela Alex Morgan, que abriu o placar de cabeça aos 12min, marcou cinco gols. O placar mais elástico era de 2007, quando a Alemanha atropelou a Argentina por 11 a 0. Também pelo Grupo F, a Suécia venceu o Chile por 2 a 0. Pelo E, a Holanda bateu a Nova Zelândia por 1 a 0. A Chave A tem dois duelos hoje: Nigéria x Coreia e França x Noruega.


Publicidade