Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Misto quente no Chile

Time alternativo do Atlético que enfrenta o Unión La Calera hoje à noite, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, tem 87,5% de aproveitamento em oito jogos nesta temporada


postado em 21/05/2019 04:11

Vice-artilheiro do Campeonato Mineiro deste ano, atacante Alerrandro, de 19 anos, estará no ataque alvinegro(foto: Bruno Cantini/Atlético)
Vice-artilheiro do Campeonato Mineiro deste ano, atacante Alerrandro, de 19 anos, estará no ataque alvinegro (foto: Bruno Cantini/Atlético)

 


Na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com apenas um ponto a menos que o Palmeiras, o Atlético vai de time misto na estreia na Copa Sul-Americana hoje, às 21h30 (de Brasília), contra o Unión La Calera, no interior do Chile. Isso não significa, porém, que esteja abrindo mão do torneio continental. Até porque os reservas já deram resposta positiva quando escalados neste ano.

Por estar na Copa Libertadores, o então técnico atleticano Levir Culpi optou por usar equipe alternativa no Campeonato Mineiro. Mesmo assim, o Galo fez a melhor campanha na primeira fase do Estadual, com destaque para o atacante Alerrandro, prata da casa que marcou oito gols e terminou como vice-artilheiro, atrás apenas do cruzeirense Fred e à frente do companheiro Ricardo Oliveira.

Quando foram escalados na Libertadores, com o Atlético já sem chances de classificação às oitavas de final, os reservas também não decepcionaram: venceram o Zamora por 2 a 1, na Venezuela, gols de Alerrandro, e garantiram a vaga na Sul-Americana.

A utilização de mesclar titulares e reservas tem a ver com a suada vitória sobre o Flamengo, sábado, no Independência, pelo Brasileiro – o Galo atuou com um a menos durante todo o segundo tempo. Um dos que reconheceram o esforço dos jogadores foi o lateral-direito Guga, que espera entrega semelhante na partida contra o La Calera: “Conseguimos conquistar três pontos muito importantes. Então, é dar os parabéns para toda a equipe e para a comissão técnica, que tem se esforçado muito, nos ajudado muito. Que a gente possa continuar nessa pegada, nesse foco e nessa união porque o ano vai ser muito importante se tivermos tudo isso”.

Ele será um dos titulares mantidos no time hoje pelo técnico Rodrigo Santana, assim como o volante Elias, que foi expulso no fim do primeiro tempo contra o rubro-negro e não poderá enfrentar o Grêmio no sábado, em Porto Alegre. O zagueiro Réver está fora do jogo desta noite por causa da fratura que sofreu no nariz em disputa de bola no sábado. Já o goleiro Victor, o volante Zé Welison, os meias Luan e Cazares e o atacante Ricardo Oliveira foram preservados devido a desgaste.

Tambem não viajaram com a delegação para o Chile o lateral Fábio Santos, que faz tratamento de incômodo na coxa esquerda, e o armador Geuvânio, que não atuou no sábado por recomendação da fisiologia. A partir de amanhã será decidido se eles vão para a capital gaúcha se integrar ao grupo que vai encarar o tricolor gaúcho no fim de semana.

A partida de volta contra o Unión La Calera será na terça-feira que vem, no Independência. Os jogos do Galo na Sul-Americana terão transmissão exclusiva do DAZN, plataforma de streaming esportivo, sem veiculação em TV. O serviço é compatível com Smart TVs, celulares, tablets, computadores e consoles de videogames. Os novos assinantes têm direito a um mês de acesso grátis à plataforma.

MARCA IMPORTANTE O jogo será especialmente importante para Patric. Originalmente lateral-direito, ele novamente vai atuar na esquerda e completará 150 jogos com a camisa alvinegra. Patric chegou ao Atlético em janeiro de 2011, mas sempre foi contestado por parte da torcida. Assim, foi emprestado para Ponte Preta (2011), Avaí (2012), Coritiba (2013), Sport (2013/2014) e Vitória (2017).

Ele nunca se abateu com as críticas. “Tenho muito a aprender e a doar a este clube. São 150 jogos. Nunca perdi. Sempre aprendi”, disse o jogador, de 30 anos, cujo contrato vai até o fim de 2021.


Boa sequência dos reservas
Data     Placar    Adversário           Competição

23/1     0 x 1    Tombense (F)     Mineiro
2/2       2 x 0    Guarani (C)        Mineiro
9/2       1 x 0    Caldense (F)      Mineiro
16/2     2 x 0    Tupi (C)             Mineiro
24/2     2 x 1    Villa Nova (C)     Mineiro
9/3       0 x 0    Patrocinense (F)  Mineiro
20/3     2 x 1    Tupynambás (F)  Mineiro
7/5       2 x 1    Zamora-VEN (F)   Libertadores
C: em casa F: fora de casa

RESUMO

8
jogos

7
vitórias

1
derrota

87,5%
de aproveitamento

11
gols marcados

4
gols sofridos


O ADVERSÁRIO
Chilenos com desfalques

Se o Atlético vem de vitória no Campeonato Brasileiro, o Unión La Calera foi derrotado por 2 a 1 pelo Unión Española, em casa, na sexta-feira, pela 13ª rodada do Campeonato Chileno. Assim, caiu para a quinta posição, com 22 pontos, nove a menos que o líder Universidad Católica. Para o jogo desta noite, o técnico Francisco Meneghini não poderá contar com o lateral-esquerdo Figueroa, expulso no segundo duelo com a Chapecoense, no interior catarinense – a equipe chilena alcançou a classificação por ter empatado por 1 a 1, depois de 0 a 0 em casa, no primeiro jogo. Deve entrar Meneses. Rodríguez e Isnaldo seguem como desfalques por causa de contusão. Quem volta é o atacante Larrondo, recuperado de lesão.


FICHA TÉCNICA
Unión La Calera-CHI x Atlético

Unión La Calera-CHI: Batalla; Andía, Vilches, Alvarado e Meneses; Laba, Isnaldo, Leiva e Wienberg; Walter Bou e Larrondo
Técnico: Francisco Meneghini
Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Patric; Adílson, Elias, Vinícius e Nathan; Chará (Maicon Bolt) e Alerrandro
Técnico: Rodrigo Santana
Jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana
Estádio: Nicolás Chahuán Nazar
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes: Luis Vera e Edwin Bravo (EQU)
Transmisão: Dazn


MEMÓRIA
Mais um campo artificial para o Galo

Jogar em gramado sintético por competição internacional não é novidade para o Atlético. Em 2013, o Galo conquistou empate heroico com o Tijuana-MEX, por 2 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0, com gol de Luan já nos acréscimos, no estádio Caliente, no México (foto). O Estádio Municipal Nicolás Chahuán, casa do La Calera, foi reinaugurado no começo deste ano, no empate sem gols entre o time chileno e a Chapecoense, na estreia das equipes na Sul-Americana. Tem capacidade para 9.200 torcedores, mas apenas 7.300 ingressos foram colocados à venda para o duelo desta noite.


Publicidade