Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Tragédia em 3 minutos

América comete erros fatais, toma virada no fim contra o Sport no Horto e segue na zona de rebaixamento. Time terá de buscar reação fora, diante do Brasil de Pelotas


postado em 20/05/2019 04:05



Vencer no Independência foi fundamental para o América nas campanhas de acesso à Série A do Brasileiro. Por isso, a virada sofrida nos minutos finais foi tão dolorosa para os 2.776 americanos que foram ontem à tarde ao Horto. Depois de perder para o Botafogo-SP por 1 a 0, na estreia, o Coelho voltou a ser derrotado em casa, desta vez para o Sport, por 2 a 1, pela quarta rodada da Série B, com dois gols sofridos depois dos 45min do segundo tempo.

Com o resultado, o América termina a rodada na vice-lanterna, com apenas 1 ponto. O time ficou ainda mais distante dos primeiros colocados, como Londrina e Botafogo, que venceram três dos quatro jogos, e já se destacam no início da disputa pelas quatro vagas na elite. O próximo adversário é o lanterna, Brasil de Pelotas, sábado, às 19h, em Pelotas. Os gaúchos perderam seus quatro duelos. Já o Sport foi a 6 pontos, mantendo a invencibilidade.

Os jogadores saíram de campo abatidos e com discurso parecido. “O time não pode sofrer dois gols em cinco minutos”, lamentou Neto Berola. “Foi falta de atenção nossa. Saímos na frente, tem que dar mérito para o goleiro deles, que fez muitas defesas. Nosso time tem consciência, mas futebol é no detalhe. Quem erra menos ganha o jogo”, comentou o goleiro Jori.

“Precisamos corrigir os erros de desatenção. Os atletas estão cientes. Sem dúvida, o fator casa é importante. Estamos devendo e vamos corrigir com trabalho”, afirmou Barbieri, que estreou no comando do América no Independência, depois de empatar com o Criciúma, no interior de Santa Catarina.

Ontem, Barbieri teve um desfalque de última hora: Marcelo Toscano sentiu um mal-estar e foi trocado por França a poucos minutos do início do jogo. Mesmo assim, o Coelho não fez um primeiro tempo ruim. Organizado, o time dominou no começo e quase abriu o placar aos 20min. Leandro Silva cruzou pela direita, Juninho ajeitou de cabeça e Felipe Azevedo acertou o travessão. Pouco depois, Felipe Azevedo voltou a assustar Maílson, que espalmou o chute do americano para a linha de fundo.

O Sport, por sua vez, chegou com perigo apenas nos acréscimos. Aos 46min, Guilherme aproveitou rebote de Jori e tocou para o gol. Paulão salvou em cima da linha.

ALÍVIO E DECEPÇÃO O início do segundo tempo não foi animador para o torcedor americano. O Sport retornou melhor, mas não ameaçou. Barbieri, então, resolveu mexer no setor ofensivo:  Neto Berola deu lugar a Moreli, e Felipe Azevedo foi trocado por Ademir. A mudança surtiu efeito. Aos 26min, Juninho lançou Ademir, que cortou para o meio e chutou forte e rasteiro no canto direito de Maílson.

Nos minutos finais, o Sport voltou a pressionar, com as entradas de Elton e Hyuri. Aos 43min, Paulão foi imprudente, ergueu demais a perna e acertou Elton. A árbitra Edna Alves – que vai representar o Brasil na Copa do Mundo Feminina – marcou corretamente o pênalti. Na cobrança, Guilherme marcou, deslocando Jori. Pouco depois, a zaga do América voltou a vacilar e Hyuri (ex-Atlético) entrou livre para virar.


FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 1 X 2 SPORT

América: Jori; Leandro Silva, Paulão, Pedrão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, França (Christian 34 do 2º) e Felipe Azevedo (Ademir 19 do 2º); Neto Berola (Morelli 9 do 2º) e Jonatas Belusso
Técnico: Maurício Barbieri
Sport: Maílson; Norberto, Thyere, Adryelson e Sander; Charles, João Igor (Leandrinho 32 do 2º), Ezequiel, Guilherme e Sammir (Hyuri 25 do 2º); Hernane (Élton 33 do 2º)
Técnico: Guto Ferreira
4ª rodada da Série B do Brasileiro
Estádio: Independência
Gols: Ademir 25, Guilherme 45, Hyuri 48 do 2º
Árbitra: Edna Alves Batista (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Neuza Inês Back (SP)
Cartão amarelo: Norberto, França, João Igor, Pedrão
Pagantes: 2.776
Renda: R$ 14.560
Próximos jogos do América: Brasil de Pelotas (f), Coritiba (c) e CRB (f)


Publicidade