Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Coelho pode ficar sem a dupla de zaga

Diego Jussani já foi liberado pela diretoria para tratar com outro clube e Paulão é pretendido pelo Grêmio


postado em 04/05/2019 05:10

Saída do zagueiro e capitão Diego Jussani para o Vila Nova-GO é quase certa(foto: Estevão Germano/América - 26/4/19)
Saída do zagueiro e capitão Diego Jussani para o Vila Nova-GO é quase certa (foto: Estevão Germano/América - 26/4/19)


O América vive dias agitados. Não bastasse a demissão do técnico Givanildo Oliveira e a indefinição sobre seu substituto, o clube pode ficar sem sua zaga titular. Além do interesse do Grêmio por Paulão, o zagueiro Diego Jussani, capitão da equipe, praticamente selou a sua saída do clube. Segundo informações, ele já teria acertado, verbalmente, a rescisão de seu contrato. Além disso, um grupo de empresários fez uma oferta milionária para gerir o clube, o que está sendo estudado pela diretoria.

O América confirma ter recebido duas propostas por Jussani, uma de um clube da Série A, cujo nome não foi revelado, e outra da Série B, o Vila Nova-GO. Segundo informações de pessoas ligadas ao clube, o jogador já teria acertado com o time goiano.

O atual capitão da equipe participou normalmente dos dois treinos de ontem, pela manhã e à tarde. No entanto, hoje não deverá comparecer ao Centro de Treinamento Lanna Drumond, pois foi liberado para tratar das propostas que recebeu. Ao América interessa a transação, pois receberia uma pequena indenização.

O zagueiro chegou ao América em janeiro, depois de defender o Fortaleza na conquista do título da Segunda Divisão. Disputou todo o Campeonato Mineiro e atuou nas duas derrotas do time na Série B.

TREINADOR A demissão de Givanildo Oliveira e a falta de definição sobre o novo treinador do América mexem com o clube de maneira geral. Ontem, pela segundo dia consecutivo, o presidente Marcus Salum e membros da diretoria estiveram no Centro de Treinamento Lanna Drumond para reuniões com a comissão técnica e representantes dos jogadores.

Salum explicou aos atletas a atual situação e que pretende ter o problema resolvido antes de segunda-feira. “É o prazo que demos para definir o nome e também para que o novo treinador tenha tempo para preparar a equipe para o jogo do próximo sábado, contra o Criciúma, em Santa Catarina.”

O dirigente não fala em um nome específico, mas a lista segue com Maurício Barbieri, Alberto Valentim, Zé Ricardo e Thiago Larghi. Ontem, no entanto, Larghi passou a ser o nome principal do Vasco para substituir Alberto Valentim. Salum não fez qualquer comentário sobre esse interesse do cruz-maltino e nem sobre qualquer dos nomes da lista.

Os jogadores sentem o momento delicado, como explica Felipe Azevedo. “Realmente é o momento mais complicado do ano. Perdemos o Givanildo, que era um cara muito respeitado no grupo. Ele tinha um trabalho muito bom aqui no América e, infelizmente, desta vez não conseguimos dar liga e fazer as coisas acontecerem. Agora, porém, é pensar na vinda do novo comandante e melhorar nosso desempenho para conseguir os resultados positivos.”

Sobre o encontro com Salum, ele considerou bastante esclarecedor. “O presidente nos passou confiança para retomarmos aquilo que fizemos de bom no início do Mineiro. É trabalhar para voltar a fazer os gols e resgatar o bom momento.”


Publicidade