Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Giro esportivo


postado em 22/04/2019 05:08

(foto: ANDY LYONS/AFP)
(foto: ANDY LYONS/AFP)
NBA
Celtics nas semifinais

O Boston Celtics é o primeiro classificado para as semifinais de conferência da NBA. Ontem, a franquia com mais títulos
da história venceu o Indiana Pacers por 110 a 106 (foto) e fechou a série em 4 a 0. Pela Oeste, o Golden State Warriors venceu o Los Angeles Clippers, por 113 a 105, e abriu 3 a 1. Kevin Durant fez 33 pontos e Klay Thompson, 32. Hoje, dois times buscam a classificação em apenas quatro partidas: o Milwaukee Bucks enfrenta o Detroit Pistons, às 21h (de Brasília), e o Houston Rockets encara o Utah Jazz, às 23h30.

Natação
21s47 foi o tempo de Bruno Fratus na final dos 50m livre do Troféu Maria Lenk, ontem, no Rio, o melhor tempo do mundo em 2019


• Vela
A vela brasileira conquistou duas medalhas de ouro na etapa de Gênova da Copa do Mundo. Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan já tinham garantido o título de véspera na classe 470 feminina e encerraram a campanha com um terceiro lugar na regata final. Ontem, Jorge Zarif venceu o duelo particular contra o espanhol Alex Muscat na prova decisiva e foi campeão da Finn. O Brasil subiu ao pódio nas três etapas na temporada 2018/2019 da Copa do Mundo: Enoshima (Japão), Miami (Estados Unidos) e Gênova (Itália). No total, são quatro ouros, uma prata e um bronze. “Foi um treino muito bom para o Europeu, daqui a duas semanas, em Atenas, que será mais uma chance de classificar o país para os Jogos Olímpicos”, afirmou Zarif.


Tênis
O italiano Fabio Fognini, 18º tenista do ranking mundial e algoz de Rafael Nadal nas semifinais, foi o campeão do Masters 1.000 de Monte Carlo. Ontem, ele bateu na final o sérvio Dusan Lajovic (48º) em dois sets, 6-3, 6-4. Fognini, de 31, sucede assim Nadal, campeão do torneio nas últimas três edições e que aspirava neste ano ao 12º título na carreira no Principado, um objetivo frustrado pelo italiano nascido em San Remo, muito perto de Monte Carlo. Fognini foi o primeiro italiano a se sagrar campeão no saibro de Monte Carlo desde 1968 – antes do início da “era Open” – quando o vencedor foi Nicola Pietrangeli, que estava nas arquibancadas ontem para apoiar o compatriota.


Publicidade