Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Fla e Corinthians comandam a festa


postado em 22/04/2019 05:08

Willian Arão abriu o caminho da vitória sobre o Vasco, que deu o troféu do Carioca para o rubro-negro(foto: CLEVER FELIX/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)
Willian Arão abriu o caminho da vitória sobre o Vasco, que deu o troféu do Carioca para o rubro-negro (foto: CLEVER FELIX/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)



As duas maiores torcidas do Brasil estão em festa com a conquista dos estaduais. O Flamengo repetiu o placar do primeiro jogo (2 a 0) diante do Vasco, no Maracanã, e sagrou-se campeão carioca pela 35ª vez na história, mantendo sua hegemonia de títulos no estado. Já o Corinthians contou com um gol de Vágner Love aos 44min do segundo tempo para vencer o São Paulo por 2 a 1, no Itaquerão, e conquistar o tricampeonato paulista consecutivo – 30º título no estado –, o que não ocorria há 80 anos.

Na festa de premiação no Rio, os jogadores rubro-negros homenagearam as 10 vítimas do incêndio que atingiu o Ninho do Urubu em janeiro. Outro homenageado foi o experiente zagueiro Juan, de 40 anos, que recebeu de Diego a braçadeira de capitão e ergueu a taça – ele ficou no banco ontem. O defensor vai se despedir dos gramados na semana que vem, diante do Cruzeiro, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Um dos que mais festejaram foi o ex-cruzeirense De Arrascaeta, contratação mais cara da história do Flamengo. O uruguaio projeta uma temporada de novas conquistas com a camisa rubro-negra. “É um grande momento, fico muito feliz pelo torcedor e pela equipe, que lutou muito. É difícil ser campeão. Nosso time está preparado para ter um ano muito bom. Com certeza, ganhar aqui com esta torcida gigante é uma emoção muito grande. Esperamos que seja o primeiro de muitos”.

A vitória sobre o Vasco foi construída com tranquilidade. No primeiro tempo, Willian Arão abriu o placar, de cabeça, depois de cruzamento de De Arrascaeta. Na etapa final, Vitinho completou o marcador, depois de passe de Diego em profundidade. O time de Abel Braga teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo (VAR), que assinalou impedimento de Gabriel Barbosa. Com a derrota, o técnico Alberto Valentim foi demitido da equipe vascaína.

O título conquistado pelo Corinthians em São Paulo coroa mais uma vez o trabalho do técnico Fábio Carille, que voltou ao clube depois de passagem rápida pelo mundo árabe. Além do Paulista do ano passado, o treinador levou a equipe ao título brasileiro de 2017 com campanha impecável. “Não sei se sou bom técnico, mas sou abençoado. O campeonato é difícil, mas, enfim, alguma coisa a gente deve ter feito de bom para sermos campeões”, afirmou Carille.

O Timão abriu o placar com Danilo Avelar, que aproveitou cobrança de escanteio de Sornoza e desvio de Ralf para abrir o marcador. Anthony, nos acréscimos do primeiro tempo, empatou, em chute no canto esquerdo de Cássio. O gol da vitória foi de Vágner Love, que aproveitou lançamento de Sornoza e venceu Tiago Volpi.

OUTROS ESTADOS Ex-Atlético, o técnico Roger Machado conquistou o título baiano com o Bahia, que venceu o Bahia de Feira de Santana por 1 a 0, na Fonte Nova, gol do atacante Gilberto. No Recife, o Sport levou a melhor sobre o Náutico, nos pênaltis, por 4 a 3 depois de perder por 2 a 1 no tempo normal. O Athletico também precisou das penalidades para bater o Toledo – venceu a partida no tempo regulamentar por 1 a 0 e obteve a vitória nos pênaltis por 6 a 5. Na Paraíba, o Botafogo-PB sagrou-se tricampeão ao bater o Campinense por 2 a 0, no Almeidão.


Publicidade