Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Respeito, mas em busca da vitória


postado em 27/03/2019 05:09

O volante David Centeno posa para fotos com torcedores do Deportivo Lara no hotel onde a delegação está hospedada(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O volante David Centeno posa para fotos com torcedores do Deportivo Lara no hotel onde a delegação está hospedada (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)


Depois de muitas dificuldades, sucessivos adiamentos e até a possibilidade de não conseguir vir ao Brasil para enfrentar o Cruzeiro, o Deportivo Lara-VEN chegou a Belo Horizonte bastante animado para o jogo de hoje. Ainda que demonstrem muito respeito pelo Cruzeiro, os venezuelanos querem levar ao menos um ponto para casa e falam até em surpreender os brasileiros, vencendo o jogo desta quarta-feira.

“Queremos somar pontos e uma vitória será importantíssima. O Cruzeiro é um grande rival, mas também temos uma equipe forte”, afirma o atacante argentino Gonzalo di Renzo, que dá a receita para o time obter sucesso logo mais. “Nosso adversário força bastante as jogadas, tenta se impor. Então, temos de tomar todas as precauções, não dar espaço. E quando tivermos a bola, tentar jogar.”

O Deportivo Lara vem de vitória sobre o Lala por 3 a 2, no sábado, pela 10ª rodada do Campeonato Venezuelano, quando o técnico Leo González poupou vários titulares. Ainda que tenha enfrentado viagem longa, com paradas em Lima (Peru) e São Paulo, chega pronto para tentar uma grande atuação.

Nem mesmo o fato de encarar um Cruzeiro também embalado – está invicto em 2019 e vem de cinco vitórias seguidas – diminui a confiança venezuelana. “Chegamos bem a Belo Horizonte, com ritmo, vindo de vitória. Esperamos desfrutar bem”, declara di Renzo.

AUSÊNCIAS Se o momento é bom, será preciso superar desfalques importantes. Como o volante Jesús Bueno, titular na estreia na Libertadores e que não veio ao Brasil por estar com o passaporte retido – outros três jogadores estão na mesma situação: o também volante Cesar Gonzalez, o armador Jesus Medina e o atacante Richard Figueroa.

Por considerar a distância grande, a comissão técnica do Deportivo Lara desistiu conhecer o Mineirão na noite de ontem, preferindo dar descanso aos jogadores. Pela manhã, eles treinaram na Cidade do Galo, que fica em Vespasiano, distante cerca de 27km do hotel em que a delegação está hospedada, no bairro Santo Antônio.


Publicidade