Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Saem adversários de Minas e Praia


postado em 26/03/2019 05:05

Ponteira minas-tenista Natália afirma não ter preferência por oponente nas semifinais da Superliga(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Ponteira minas-tenista Natália afirma não ter preferência por oponente nas semifinais da Superliga (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

 

 

Barueri-SP x Osasco-SP, às 19h, no interior paulista, e Sesc-RJ x Sesi-SP, no Rio de Janeiro, são os confrontos que decidem hoje as duas últimas vagas nas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei – ambos estão empatados por 1 a 1. Dos duelos saem os adversários de Minas e Praia, que se classificaram no fim da semana passado, ao eliminar, respectivamente, Curitiba e Fluminense com 2 a 0 na série melhor de três.

Para as jogadoras das equipes mineiras, assim como para os treinadores, não existe preferência por um ou outro adversário. Para chegar ao título é preciso vencer todos, destacam o italiano Stefano Lavarini, comandante do MTC, e Paulo Coco, que dirige o time do Triângulo Mineiro.

A ponteira Natália, um dos destaques da equipe minas-tenista, também ressalta que não adianta focar tanto o oponente: “Temos de nos preocupar com a nossa equipe. Qualquer que seja o adversário, teremos de vencer. Portanto, precisamos nos preparar bem para mais esta decisão”.

Na atual edição da Superliga, o Minas leva vantagem tanto diante do Osasco como contra o Barueri. No caso do Osasco, foram duas vitórias do time mineiro: ganhou na Arena Minas, no turno, por 3 a 1. No returno, em São Paulo, o placar foi 3 a 0.

CONFRONTOS Já diante do Barueri, o equilíbrio é maior, com uma vitória para cada lado, sendo que o fator quadra prevaleceu nas duas partidas. No turno, em Belo Horizonte, o Minas saiu vencedor, 3 a 1. No returno, na cidade do interior de São Paulo, o time paulista ganhou por 3 a 2. No saldo de sets, a vantagem é do MTC.

A exemplo do Minas, o Praia tem duas vitórias sobre um dos possíveis adversários, o Sesi, e uma vitória e uma derrota diante do Sesc. Contra o time paulista, o aproveitamento é de 100%: ganhou por 3 a 0 em Uberlândia e por 3 a 1 em São Paulo. Contra o Sesc, por sua vez, derrota no Rio de Janeiro por 3 a 0 e triunfo no Triângulo Mineiro: 3 a 1.


Publicidade