Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Aposta na força coletiva

Cruzeiro goleia a Caldense, mantém o segundo lugar na classificação geral e parte com tudo para o duelo com o Patrocinense pelas quartas de final. Duelo será sábado


postado em 21/03/2019 05:12

Fred balançou as redes mais uma vez: homenagem a Robinho, que foi responsável pela assistência(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Fred balançou as redes mais uma vez: homenagem a Robinho, que foi responsável pela assistência (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

 

 

Na goleada por 3 a 0 sobre a Caldense, ontem à noite, no Mineirão, o Cruzeiro provou mais uma vez que tem grupo de jogadores forte. O time não contou com o zagueiro Dedé e o lateral-esquerdo Egídio, suspensos, nem com o volante Lucas Romero, os armadores Rodriguinho e Rafinha, poupados, além dos contundidos Thiago Neves e Raniel, e mesmo assim não teve nenhuma dificuldade para golear o adversário e manter o segundo lugar da fase de classificação do Campeonato Mineiro, à frente do América.

Para isso, o técnico Mano Menezes contou com boas atuações do zagueiro Fabrício Bruno, que retornou de empréstimo à Chapecoense; do lateral-esquerdo Dodô, contratado neste ano; e do atacante David, que foi o grande nome do jogo ao substituir Rafinha. Outro destaque foi o armador Marquinhos Gabriel, também recém-contratado, e que vem correspondendo sempre que escalado.

“Temos de rodar o grupo. Estivemos sem Dedé, Rodriguinho e Egídio e isso passa quase sem perceber. Perdemos Henrique para o jogo das quartas (pelo terceiro cartão amarelo) e temos de confiar em todos, prepará-los para estar bem. Por isso mostramos para eles a importância de trabalhar forte para entrar bem”, afirma o técnico Mano Menezes.

Mesmo bastante satisfeito com os que entraram, ele espera pela volta dos que estiveram ausentes para o primeiro mata-mata do ano, contra o Patrocinense, sábado, às 19h, novamente no Gigante da Pampulha. Afinal, é preciso estar atento, pois em caso de empate a vaga nas semifinais será definida nas cobranças de pênaltis.

“Agora é hora de erro zero. Acabou a parte em que poderíamos errar. Serão jogos que se decidem em detalhes e temos de nos preparar da melhor forma possível”, afirma Marquinhos Gabriel, que, como os demais jogadores, volta aos trabalhos na tarde de hoje e se mostra bastante confiante. “Vamos jogar em casa no sábado e temos de fazer valer o nosso mando de campo.’

Foi o que o Cruzeiro fez ontem. Logo com 8min, David abriu o placar, depois que a zaga não conseguiu cortar cruzamento. Outro que ganhou oportunidade, o lateral –esquerdo Dodô, teve a chance de fazer o segundo em seguida, mas chutou para fora da entrada da área.

O time de Poços de Caldas também mostrou estar vivo e tentou algumas investidas, principalmente com o atacante Salatiel. Como aos 18min, quando ele conseguiu cabecear para defesa firme de Fábio. Mas bastou os donos da casa apertarem um pouco para marcar o segundo, o que ocorreu aos 32min. David passou como quis pelo marcador e rolou para Marquinhos Gabriel colocar no ângulo superior direito do goleiro Omar, que nada pôde fazer. Seis minutos depois, saiu o terceiro, em novo contra-ataque puxado por David. Ele serviu Robinho, que tocou para Fred pegar de primeira, de dentro da área, e ampliar.

ADMINISTRANDO No segundo tempo, a equipe celeste diminuiu o ritmo. Mesmo assim foi melhor e criou algumas chances. Como aos 10min, quando Marquinhos Gabriel mandou por sobre a trave de dentro da área. Já aos 30min, Robinho chutou em cima do goleiro. E aos 44min, Edílson cruzou da direita e Marquinho Gabriel obrigou Omar a grande defesa.

 

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 3 x 0 Caldense
Cruzeiro: Fábio; Edílson, Fabrício Bruno, Leo e Dodô; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Silva 37 do 2º), Marquinhos Gabriel, Robinho e David (Jadson 26 do 2º); Fred (Vinícius Popó 32 do 2º)
Técnico: Mano Menezes
Caldense: Omar; Carlinhos, Renato, Rodolfo e Edu Pina; Renan, Romário, Felipe Baiano (Jean, intervalo) e Judson (Lorran, intervalo); Júlio e Salatiel
Técnico: Mauro Fernandes
11ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Gols: David 8, Marquinhos Gabriel 32 e Fred 38 do 1º
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira
Assistentes: Ricardo Júnio de Souza e Magno Arantes Lira
Cartão amarelo: Jean, Fabrício Bruno, Henrique, Renan
Pagantes: 4.340
Renda: R$ 59.259
Cruzeirense suspenso: Henrique


Publicidade