Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sem surpresas na rodada final


postado em 21/03/2019 05:11



Boa campeão do interior, classificado para as quartas de final do Mineiro ao lado de Caldense, Tombense, Patrocinense e Tupynambás; Villa Nova e URT no limbo. E Guarani e Tupi rebaixados para o Módulo II. Esse foi o saldo final dos times de fora da capital de Minas, encerrada a primeira fase do Estadual.

O empate por 2 a 2 com o América selou a queda do Guarani – o Tupi já entrou em campo, na derradeira rodada, rebaixado. O time de Divinópolis voltara à elite estadual justamente neste ano, após se sagrar campeão do Módulo II em 2018. A última queda do time de Divinópolis havia sido em 2016.

A URT passou boa parte da noite de ontem na zona de rebaixamento, mas conseguiu virada sobre o Tupi por 2 a 1, no Zama Maciel, em Patos de Minas, e assim se manteve na Primeira Divisão. Os gols foram de Douglas Maia e Derli. Washington marcou para o Tupi. O Azulão está no Módulo I desde 2014 de forma consecutiva e teve campanhas de destaque em 2016 (semifinalista), 2017 (semifinalista) e 2018 (quartas de final). Curiosamente, foi eliminado pelo Atlético nessas três edições.

Precisando ganhar para se garantir nas quartas e se livrar da ameaça de queda – caso perdesse e Guarani e URT vencessem, seria rebaixado –, o Tombense não deu chance para o azar. Fez valer o fator casa e goleou o Patrocinense por 3 a 0, em Tombos. Cássio Ortega marcou os dois primeiros gols e Judivan fechou o placar. No fim das contas, os dois se classificaram.

No Melão, em Varginha, com time alternativo, o Boa não deu brecha para o Villa Nova. Criou as melhores oportunidades, deu trabalho para o goleiro do Leão do Bonfim, Georgemy, e saiu de campo com o triunfo por 2 a 0 e a vaga. Os gols saíram em pênaltis sofridos por Dênis e convertidos por Gindré, um em cada tempo.


Publicidade