Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Vigiados pelo olhar eletrônico

Clubes aprovam por unanimidade a implantação do VAR no Brasileiro, que começa em 27 de abril. Galo recebe o Avaí e Cruzeiro visita o Fla


postado em 23/02/2019 05:04

Para levar o árbitro de vídeo a todos os 380 jogos do Nacional, CBF arcará com os custos de tecnologia e infraestrutura, deixando o pagamento dos operadores das máquinas a cargo dos clubes (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press %u2013 15/8/18)
Para levar o árbitro de vídeo a todos os 380 jogos do Nacional, CBF arcará com os custos de tecnologia e infraestrutura, deixando o pagamento dos operadores das máquinas a cargo dos clubes (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press %u2013 15/8/18)

A Confederação Brasileira de Futebol conseguiu emplacar o árbitro de vídeo (VAR) nas 380 partidas da próxima edição do Campeonato Brasileiro, mas não convenceu os clubes a moderarem na troca de treinadores – ontem, no Conselho Técnico do Nacional, a entidade colocou em votação a proposta de limitar a uma alteração de técnico por clube, durante o Brasileiro, mas a ideia foi rejeitada.

No Conselho Técnico também foram divulgadas as 38 rodadas do Brasileiro, ainda sem as datas desmenbradas e horários das partidas. A entidade que comanda o futebol nacional promete fazê-lo nos próximos dias. O campeonato começa em 27 de abril. Atlético vai estrear em casa, contra o Avaí, enquanto o Cruzeiro vai ao Maracanã jogar contra o Flamengo. O clássico do turno está marcado para o fim de semana dos dias 3 e 4 de agosto e o do returno será no fim de semana de 9 e 10 de novembro.

O Nacional será paralisado para a Copa América, que será disputada no Brasil de 14 de junho a 7 de julho. A competição será retomada na 10ª rodada, no dia 13 ou 14 de julho. O Galo vai a Santa Catarina encarar a Chapecoense e o Cruzeiro recebe o Botafogo, no Mineirão.

MUDANÇAS A CBF conseguiu unanimidade para a aprovação do VAR. No ano passado, a entidade também tentou implementar a tecnologia, mas o custo seria todo dos clubes, que não aceitaram arcar com todas as despesas. Naquela ocasião, representantes de 12 times (América, Atlético, Cruzeiro, Corinthians, Santos, Atlhetico, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará) votaram contra. Já Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Palmeiras, Grêmio e Internacional foram favoráveis. O São Paulo não participou da votação na época.

Desta vez, a entidade assumiu os gastos com tecnologia e infraestrutura, deixando para os clubes o pagamento do que chama de “capital humano”, que são os responsáveis por operar as máquinas. Isso já ocorre em relação às equipes de arbitragem.

No ano passado, o VAR foi utilizado na Copa do Brasil, a partir das quartas de final. Na final, em que o Cruzeiro derrotou o Corinthians, foi usado em duas ocasiões decisivas. A primeira, na confirmação do pênalti que gerou o gol de empate dos paulistas. Já na segunda, o árbitro de vídeo anulou o gol de Pedrinho, que seria o da virada do Timão.

O Conselho Técnico aprovou também o limite de inscrição de 45 jogadores por clube para o Brasileiro, com possibilidade de alteração de cinco nomes ao longo da competição – elevando, portanto, para 50. Não há limites, porém, para uso de atletas da base (até 20 anos).

Já a permissão para apenas uma troca de treinador durante o campeonato, rejeitada pelos clubes, levantava dúvidas até entre os técnicos, conforme revelou o comandante do Atlético, Levir Culpi. “Gostaria de saber qual seria o impacto. O problema é que é uma questão trabalhista. Você contrata e tem direito de mandar embora. Isso é complicado. Juridicamente, é quase impossível”, destacou Levir, listando também pontos positivos para a proposição: “O que se está procurando fazer é dar mais segurança, continuidade e qualidade de trabalho. Gostaria que alguém olhasse com olhos melhores para a profissão. Ela é vulnerável, e a instabilidade não ajuda ninguém”.

A CBF divulgou, ainda, o retorno da Supercopa do Brasil a partir de 2020. Em jogo único, reunirá os campeões do Brasileiro e da Copa do Brasil deste ano.

 

 

Brasileiro’2019

1ª rodada (27, 28 ou 29/4)

Atlético x Avaí
Flamengo x Cruzeiro
Grêmio x Santos
Ceará x CSA
Palmeiras x Fortaleza
São Paulo x Botafogo
Fluminense x Goiás
Chapecoense x Internacional
Bahia x Corinthians
Athletico x Vasco

Mineiros até a pausa
para a Copa América

1ª rodada (27, 28 ou 29/4)
Atlético x Avaí
Flamengo x Cruzeiro

2ª rodada (1 ou 2/5)
Vasco x Atlético
Cruzeiro x Ceará

3ª rodada (4, 5 ou 6/5)
Ceará x Atlético
Cruzeiro x Goiás

4ª rodada (11, 12 ou 13/5)
Atlético x Palmeiras
Internacional x Cruzeiro

5ª rodada (18, 19 ou 20/5)
Atlético x Flamengo
Fluminense x Cruzeiro

6ª rodada (25, 26 ou 27/5)
Grêmio x Atlético
Cruzeiro x Chapecoense

7ª rodada (1, 2 ou 3/6)
Atlético x CSA
São Paulo x Cruzeiro

8ª rodada (8, 9 ou 10/6)
Santos x Atlético
Cruzeiro x Corinthians

9ª rodada (12 ou 13/6)
Atlético x São Paulo
Fortaleza x Cruzeiro


Publicidade