Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Bruno Soares aposta em entrosamento com Marcelo Melo

Dupla mineira é o grande trunfo do Brasil nos confrontos com a Bélgica pela Copa Davis. Vitória garantirá vaga na fase final, que será disputada na Espanha


postado em 31/01/2019 05:03

Bruno Soares acredita que o Sabiazinho estará lotado e a torcida apoiará o time brasileiro(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press %u2013 11/4/18)
Bruno Soares acredita que o Sabiazinho estará lotado e a torcida apoiará o time brasileiro (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press %u2013 11/4/18)
Dupla brasileira para a Copa Davis, os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo treinam juntos há apenas quatro dias para os jogos contra a Bélgica, sexta-feira e sábado, no Ginásio Tancredo Neves, o Sabiazinho, em Uberlândia. Último integrante do time nacional a chegar ao Triângulo Mineiro, Bruno considera, no entanto, que entrosamento não será problema, já que os dois estão acostumados a jogar juntos – foram parceiros de clube, o Minas, desde pequenos e formaram dupla por mais de um ano no Circuito Profissional, além de defender o Brasil desde 2010.

Para Bruno, estar em Uberlândia exigiu sacrifícios, pois ele estava na Austrália, disputando o primeiro Grand Slam da temporada. Para chegar ao Triângulo, o tenista precisou encarar uma viagem de 30 horas: foi de Melbourne para Los Angeles; de lá para São Paulo e, por fim, Uberlândia. Isso, sem falar na necessidade de adaptação ao fuso horário, de 13 horas.

“Já está tudo OK. Estou acostumado, pois viajo muito de um lugar para o outro com fuso diferente, para seguir o circuito”, disse Bruno, que chegou à cidade na segunda-feira e foi direto para a quadra.

Para Bruno, o fato de a Davis ser em Uberlândia é um estímulo a mais. “Vamos jogar em casa. A Davis é especial, e por ser no Triângulo, em Minas Gerais, ainda mais. Já nos treinos podemos sentir o apoio da torcida. O uberlandense abraçou o evento. O torcedor vai lotar o Sabiazinho e nos empurrar para a vitória”, diz.

Ele acredita que o Brasil pode se aproveitar do fato de a Bélgica ter dois importantes desfalques: “Sem o Goffin e o Darcis, nossas chances aumentaram consideravelmente. Eles perderam dois jogadores experientes. Além do mais, vamos jogar no nosso piso. Temos boas chances de vencer e ir para a fase final, na Espanha, em novembro.”

EQUIPE E JOGOS O time brasileiro conta ainda com Thiago Monteiro e Rogério Dutra, o Rogerinho, que disputarão os jogos de simples, e o paranaense Thiago Wild, reserva. Para os treinos, o capitão João Zweig conta com atletas da transição João Menezes e Igor Marcondes, além dos juvenis Pedro Boscardin e Natan Rodrigues como sparring. O preparador físico é Eduardo Faria; os fisioterapeutas Paulo Santos e Otávio Kiefer; os técnicos Daniel Melo e Luiz Peniza; o médico Ricardo Savoldelli. O chefe de delegação é Eduardo Nunes.

O sorteio da ordem dos jogos será hoje, às 11h30. De acordo com o cronograma da Federação Internacional de Tênis (ITF), amanhã serão dois jogos de simples, a partir das 16h. No sábado, a programação começa com o jogo de duplas, às 14h. Na sequência, mais dois jogos de simples.


Publicidade