Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Missão é salvar o Villa


postado em 26/01/2019 05:11

Eugênio Souza é o novo técnico do Villa Nova. Ele substitui Fred Pacheco, demitido na segunda rodada do Campeonato Mineiro, quinta-feira, logo depois da derrota do Leão do Bonfim para o América por 3 a 0. O treinador esteve à frente do Tombense em 2018.


A estreia do novo comandante do Leão ocorrerá no domingo, às 16h, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, contra o Guarani, de Divinópolis, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. Ele dirigirá o primeiro treinamento no Villa hoje.
A demissão de Fred Pacheco e a contratação do novo técnico envolveram um drama interno, que teve início no domingo, quando o Villa Nova foi goleado em casa pelo Tupynambás por 5 a 1, um dos resultados mais desastrosos da história do clube.


Ainda no estádio, conselheiros se reuniram e começaram a pressionar o presidente, Márcio Botelho, para que demitisse o treinador. A dispensa foi definida no dia seguinte, revelada por parte dos dirigentes, mas horas depois Botelho recuou, atribuindo o episódio a um “mal-entendido” do diretor de futebol, Pedro Cirino. Os jogadores fizeram um apelo pela permanência do treinador, já que ele havia comandado a equipe em apenas um jogo.


A direção do Villa Nova chegou a fazer contato com o treinador Rodrigo Santana, do Sub-20 do Atlético. No caso do técnico da base atleticana, o clube planejava solicitar a cessão dele apenas para o Mineiro. A pressão sobre Fred Pacheco aumentou depois da derrota por 3 a 0 para o América, no Independência, com o time acumulando duas derrotas, saldo negativo de sete gols no Estadual e caindo para a lanterna da competição. (ID)


Publicidade