Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Bastidores agitados no Cruzeiro

Com formação mista diante do Patrocinense, chegada de reforços embala a torcida do Cruzeiro. Rodriguinho e Dodô podem ser apresentados hoje, enquanto Barcos dá adeus


postado em 23/01/2019 05:04

(foto: Fotos: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
(foto: Fotos: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)


O Cruzeiro estará em campo hoje, às 21h30, no Mineirão, para enfrentar o Patrocinense, pela segunda rodada do Campeonato Mineiro, mas as atenções de torcida e dirigentes estão voltadas também para os bastidores. Enquanto o técnico Mano Menezes preparava uma equipe reserva para atuar, a diretoria apresentava mais um reforço e acertava a contratação de outros dois, que só dependem de exames em Belo Horizonte para assinar contratos. O clube também definiu a saída de mais um: o atacante Barcos, de 34 anos, chegou a acordo para rescindir o contrato, que ia até junho.

O apresentado foi o igualmente Marquinhos Gabriel, de 28, que volta ao Brasil depois de passagem pelos Emirados Árabes Unidos em busca do melhor futebol. Ele se destacou principalmente no Santos, em 2015, mas a passagem pelo Corinthians, antes de se transferir para o Oriente Médio, não foi tão feliz, pois amargou a reserva na maior parte do tempo, em que pese o investimento de US$ 3 milhões (cerca de 11 milhões).

“Existem muitos fatores para você fazer campanha boa em um clube e não tão boa em outros. No Corinthians, foram muitas as coisas que poderiam ser melhores da minha parte. E cada equipe tem uma maneira de trabalhar e isso pode influenciar. Mas trago como aprendizado o que ocorreu lá e estou focado no Cruzeiro, quero me sair bem aqui”, diz o jogador, que se mostra feliz em assinar contrato por três temporadas e pronto para atuar tanto pelos lados quanto centralizado, “de acordo com o que desejar o treinador”.

Como estava em um mercado em que a exigência de treinamentos é muito menor do que no Brasil, Marquinhos Gabriel admite que precisará de certo tempo para se condicionar tanto fisicamente quanto tecnicamente. Mas já estará no estádio hoje para torcer pelos novos companheiros e sentir o apoio da torcida.

Também há expectativa pela presença no Mineirão de outros dois atletas que ainda não foram apresentados, mas já estão apalavrados com o Cruzeiro: o armador Rodriguinho e o lateral-esquerdo Dodô. Enquanto o jogador de meio-campo, de 30 anos, que estava no Pyramids, do Egito, assinará por três temporadas, o defensor, que fará 27 em 6 de fevereiro e defendeu o Santos na temporada passada, chega por empréstimo de um ano e direitos fixados.

ESCALAÇÃO Se os três novatos citados ainda não estarão em campo hoje, a partida contra o Patrocinense é uma boa chance para a torcida ver alguns dos novos valores da equipe celeste. Entre eles está o lateral-direito Orejuela, emprestado pelo Ajax-HOL, o volante Jádson, contratado do Fluminense, e o armador Renato Kayser, que foi contratado em abril do ano passado, mas repassado temporariamente ao Atlético-GO sem ter feito uma única partida pela Raposa.

Dos já conhecidos, um dos que devem começar jogando é o atacante Fred. Mano Menezes queria poupar o camisa 9 hoje, pensando no clássico de domingo, com o Atlético, também no Mineirão, mas teve de mudar os planos porque ele passou mal e não pôde enfrentar o Guarani, sábado, em Divinópolis, na estreia das duas equipes na temporada. Resta saber por quanto tempo Fred ficará em campo, já que ainda não atuou neste ano e no fim de semana terá jogo tão importante pela frente.

 

Cruzeiro x Patrocinense
Cruzeiro
Fábio (Rafael); Orejuela, Fabrício Bruno, Murilo (Cacá) e Patrick Brey (Rafael Santos); Jádson, Ariel Cabral, Lucas Romero, Renato Kayser e Sassá; Fred
Técnico: Mano Menezes
Patrocinense
Júlio César; Ângelo, Diego Borges, Betão e Ian Barreto; Bruno Moreno, Arílson, David, Dedê e Pavani; Felipe Alves
Técnico: Wellington Fajardo
2ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Horário: 21h30
Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes e Leonardo Henrique Pereira
TV: Globo e pay-per-view


O adversário

Pelo menos por um empate

Animado com a vitória em casa sobre a URT, na estreia do Mineiro, o Patrocinense chega a Belo Horizonte buscando ao menos um empate com o Cruzeiro para seguir entre os primeiros colocados da competição. Para o jogo de hoje, o técnico Wellington Fajardo deverá promover duas mudanças. Com a contusão do lateral-esquerdo Jonathan Moc, entra Ian Barreto. Já no meio-campo, o volante David foi regularizado. A tendência é de que ganhe chance como titular. Assim, o atacante Gabriel Barcos seria sacrificado.

 

enquanto isso...

Clássico com maioria celeste

Ainda não será desta vez que o clássico entre Cruzeiro e Atlético voltará a ter torcida dividida meio a meio. Em reunião realizada ontem, na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), os clubes não chegaram a acordo e o jogo de domingo, às 11h, no Mineirão, terá 90% dos lugares reservados aos cruzeirenses, que são mandantes, e 10% aos atleticanos. Assim, os alvinegros terão direito a 5.940 ingressos e entrarão pela rampa do Mineirinho. A última vez que o duelo foi disputado com torcidas divididas foi em 1º de fevereiro de 2017, pelo Grupo C da Primeira Liga. No Mineirão, diante de 41.530 torcedores, a equipe celeste venceu por 1 a 0, com gol do uruguaio De Arrascaeta.


Publicidade