Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Brasil na crista da onda

Os surfistas Gabriel Medina e Maya Gabeira são os únicos brasileiros que disputarão o Prêmio Laureus de 2019. Os dois competem na categoria Melhor Atleta de Ação


postado em 18/01/2019 05:04

Gabriel Medina conquistou o bicampeonato mundial de surfe em dezembro de 2018(foto: Mark RALSTON/AFP)
Gabriel Medina conquistou o bicampeonato mundial de surfe em dezembro de 2018 (foto: Mark RALSTON/AFP)

 

 

 

 

Montecarlo – Os surfistas Gabriel Medina e Maya Gabeira serão os representantes do Brasil no Prêmio Laureus de 2019, o Oscar do Esporte. Ontem foram divulgados os nomes dos atletas que vão concorrer em cada categoria. Os vencedores serão homenageados em cerimônia em 18 de fevereiro, em Montecarlo, Mônaco.

Os brasileiros competem na categoria Melhor Atleta de Ação. Medina foi lembrado pelo bicampeonato mundial conquistado em Pipeline, após vencer Julian Wilson em dezembro. Maya foi listada por causa do recorde conquistado em janeiro de 2018, ao surfar onda de 20,72m (68 pés) em Nazaré, Portugal, mesmo lugar em que quase morreu há seis anos.

Maya e Medina disputam com a austríaca Ana Gasser (snowboard), a australiana Stephanie Gilmore (surfe), a norte-americana Chloe Kim (snowboard) e o norte-americano Shaun White (snowboard). Confira os concorrentes nas outras categorias:

Esportista Masculino

Tem como indicados o tenista sérvio Novak Djokovic, o piloto britânico Lewis Hamilton (Fórmula 1), o norte-americano LeBron James, jogador de basquete do Los Angeles Lakers, o queniano Eliud Kipchoge (recordista mundial da maratona em 2018), o francês Kylian Mbappé (campeão mundial com a Seleção Francesa) e Luka Modric (jogador da Seleção Croata e do Real Madrid).

Esportista feminino

A disputa entre as mulheres será entre a norte-americana Simone Biles (ginástica), a romena Simona Halep, a alemã Angelique Kerber (ambas tenistas), a tcheca Ester Ledecka (esqui e snowboard), a suíça Daniela Ryf (triatlo iron man) e a norte-americana Mikaela Shiffrin (esqui).

Time do Ano

A Seleção Francesa de futebol, campeã na Copa da Rússia, encabeça a lista, que tem ainda o Golden State Warriors (bicampeão da NBA), a equipe Mercedes (campeã de construtores na Fórmula 1), o time olímpico de inverno da Noruega (líder do quadro de medalhas dos Jogos de PyeongChang, na Coreia do Sul) e o Real Madrid (mais uma vez campeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes).

Retorno do Ano

Os seis atletas que voltaram à atividade em 2018 indicados são o japonês Yuzuru Hanyu (patinação artística), o canadense Mark McMorris (snowboard), a holandesa Bibian Mentel-Spee (snowboard paralímpico), a indiana Vinesh Phogat (luta olímpica), a norte-americana Lindsey Vonn (esqui) e o norte-americano Tiger Woods (golfe).

Revelação do Ano

Os jovens que se destacaram em 2018 foram a espanhola Ana Carrasco (motovelocidade), a italiana Sofia Goggia (esqui), o norueguês Jakob Ingebrigtsen (atletismo), a japonesa Naomi Osaka (tênis), o galês Geraint Thomas (ciclismo) e a jamaicana Briana Williams (atletismo).

Atleta paralímpico

Os indicados são a eslovaca Henrieta Farkasova (esqui), a holandesa Diede De Groot (tênis em cadeira de rodas), o canadense Brian McKeever (esqui), a norte-americana Oksana Masters (esqui), o grego Grigorios Polychronidis (bocha) e o alemão Markus Rehm (atletismo).


Publicidade