Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Rivalidade entre amigos


postado em 11/01/2019 05:06

Cleisson:
Cleisson: "Pelo que me lembro, eu ganhei mais que perdi enfrentando o Atlético" (foto: Paulo FIlgueiras/EM/D.A Press)

 

 

 

 

Clássico é clássico, ainda mais quando se trata de Atlético x Cruzeiro. Independente da categoria, será sempre uma disputa dura, em que os bastidores ficam agitados. E não está sendo diferente no Torneio Internacional Máster de Futebol, que tem como destaque hoje, na terceira e última rodada da fase de classificação, o clássico entre os dois maiores clubes de Minas Gerais, às 21h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. A sexta-feira reserva ainda o clássico argentino Boca Juniors x San Lorenzo, às 19h15, e abrindo a tarde esportiva, Corinthians x River Plate-URU.

O clássico mineiro mexe com os jogadores. Pelo lado celeste, Cleisson é um dos mais animados. “Pelo que me lembro, eu ganhei mais que perdi enfrentando o Atlético. E espero que hoje a gente consiga vencer mais uma.” No Atlético, Sérgio Araújo parece ter ouvido o que o adversário falou e dispara. “Eu quase não perdi para o Cruzeiro. Tenho mais vitórias que derrotas. E pretendo continuar com essa escrita.” Os dois são unânimes ao afirmar que, apesar da rivalidade, não haverá briga ou disputas ríspidas dentro de campo, pois, hoje, são todos amigos. E é verdade. No saguão do hotel, em Sete Lagoas, são vistos sempre juntos, conversando e lembrando casos.

Mas quando se trata de treinadores, Roberto Gaúcho, do Cruzeiro, e Jorge Valença, do Atlético, mostram preocupação e artimanhas para tentar vencer o jogo. “Poupei meus principais jogadores ontem só por conta do clássico. Não podemos perder”, diz o primeiro. O segundo não fica atrás: “Observei bem o adversário e vamos ter surpresas pra mostrar neste jogo, que é muito importante.” (ID)


Publicidade