Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Doces e sobremesas

Pudim de leite condensado

Receita fornecida por Maria Coeli Ribeiro, de Guanhães: (33) 3421-1421


postado em 28/04/2017 09:50

(foto: Renato Weil/EM)
(foto: Renato Weil/EM)

Ingredientes:

- 3 ovos

- 1 lata de leite condensado

- A mesma quantidade de leite

- 2 xícaras (chá) de açúcar cristal

- 2 xícaras (chá) de água

Colorido:

- Nada melhor para um tira-gosto do que uma conserva de legumes bem preparada. O azedinho do vinagre, misturado ao picante das pimentas, dá um sabor especial à vagem, ao pimentão, ao repolho e a tantos outros ingredientes. Ficou com água na boca? Procure Eva da Silva, de Sabinópolis, no Vale do Rio Doce, que faz maravilhas para os olhos e o paladar. Contato:(33) 9914-7781.

Modo de Preparo:

Em uma vasilha, bater os ovos à mão. Pôr o leite condensado e o leite e bater bem. Reservar. Em uma panela, levar ao fogo baixo o açúcar. Quando começar a derreter e ficar em ponto de caramelo, pôr a água. Retirar quando a calda começar a ficar com uma consistência mais grossa. Despejar a calda em uma forma e, em seguida, pôr a mistura do pudim. Levar a forma ao fogo, com uma tampa, dentro de uma panela com água, para que cozinhe em banho-maria por 40 minutos.



Saborosos furinhos

(foto: Renato Weil/EM)
(foto: Renato Weil/EM)

Saudações aos amantes da boa mesa! Peguem carona com o Sabores de Minas em viagens pelas cozinhas do Leste do estado. A região oferece paisagens de serras, fazendas, áreas de preservação, além de gente muito hospitaleira e uma culinária rica em tradições e criatividade. O primeiro chamado vem de uma sobremesa clássica, cuja receita guarda segredinhos preciosos, que a tornam irresistível. É o bom e velho pudim de leite condensado, que, em Guanhães, a 244 quilômetros de Belo Horizonte, no Vale do Rio Doce, pode ser considerado uma obra-prima.

Quem prepara a iguaria é a empresária Maria Coeli Ribeiro Dupin, dona do Hotel e Restaurante Xiku%u2019s. A receita, uma herança de família, é feita todos os dias, pois não pode faltar no restaurante. "Desde os 12 anos, faço esse pudim. Por dia, preparo quatro. Há quem o leve inteiro para casa", conta. Ex-professora primária, Coeli nunca se imaginou trabalhando com cozinha, até que, há 32 anos, o marido abriu o restaurante.

"No início, era um lugar pequeno e, depois que mudamos para cá, construímos o hotel e a clientela veio junto", diz. E o que o tal pudim tem de tão especial? Coeli ensina que o segredo é não bater os ingredientes no liquidificador, para que o doce fique com aqueles furinhos tão desejados e saborosos. Anotou o truque? Então, mãos à massa.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade