Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Doces e sobremesas

Pralinê de coco

Receitas fornecidas por Giuliano Magnani, de Belo Horizonte: (31) 9176-9240


postado em 19/08/2016 10:10

Ingredientes:

- 3 copos (americanos) de coco picado

Pralinê de coco

- 1 copo e meio (americano) de açúcar cristal

- Meio copo (americano)de água

Pralinê de amendoin

- 3 copos (americanos) de amendoim cru e com casca

- 1copo e meio (americano)de açúcar

- Meio copo (americano)de água

- 1 pitada debicarbonato

Modo de Preparo:

Pôr os ingredientes em uma panela, com meio copo de água. Depois que começar a ferver, não parar de mexer. Quando estiver na cor de caramelo, retirar do fogo e mexer até secar. Despejar o doce em uma travessa.



Como fazer pralinê de amendoim

Pôr os ingredientes em uma panela, inclusive a pitada de bicarbonato. Depois que começar a ferver, mexer sem parar. Quando ficar na cor de chocolate, retirar do fogo e mexer até secar. Despejar em uma travessa.



Tentação crocante

Lá está ele. Ajeita o carrinho, brinca com os clientes e anuncia o placar do jogo. É em Belo Horizonte, especificamente no estádio do Mineirão, que Giuliano Magnani trabalha como pipoqueiro, profissão que, em sua família, é passada de geração em geração. "Quando eu tinha 10 anos, acompanhava a minha avó e aprendi segredos da culinária", conta. Aprendizado que não fica só em dia de jogo de futebol. É no mês dos santos juninos que o carrinho de Magnani ganha vida.

Entram em campo o chapéu de palha, as bandeirolas e, claro, o bigode feito a caneta. "Eu me visto a caráter e, mesmo trabalhando, curto a festa", confessa. Além de enfeitado, o ganha-pão de Magnani é incrementado com doces que fazem qualquer um perder o juízo. Os viajantes seguem o pipoqueiro até sua casa, no Bairro Nova Vista, Região Leste da capital, só para aprender a receita do famoso pralinê, delícia que encanta crianças e adultos.

Crocante, o doce também tem história. "Nas festas juninas, as mulheres sempre procuram o de coco. Já os homens preferem o de amendoim. Dá mais sustança aos compadres", brinca. Enquanto a equipe belisca os quitutes sem parar, o cozinheiro dá a dica: pôr uma pitada de bicarbonato no pralinê de amendoim. Segundo ele, o ingrediente tira o amargo e acentua a cor do doce. Como é impossível comer um só, a equipe ganha novos companheiros de viagem: os pralinês de Giuliano, degustados estrada afora.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade