Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Pratos Principais

Dobradinha com feijão branco

Receita fornecida por Teresa Baltazar (31) 3221-7361


postado em 24/06/2016 08:40

Ingredientes:

- 1 kg de dobradinha

- 200 g de feijão branco

- 1 colher (chá) de sal

- 150 g de paio cortado em rodelas

- 100 g de bacon em cubos

- 1 colher (sopa) de óleo

- 2 dentes de alho picados

- 1 cebola pequena picada

- 1 colher (sopa) de colorau

- 1 colher (chá) de tempero de alho e sal

- 1 folha de louro

- Pimenta calabresa a gosto

- Salsa e cebolinha (para salpicar)

Modo de Preparo:

Cozinhar a dobradinha, com a folha de louro e meia colher de sopa de sal, durante 40 minutos, na panela de pressão. Descartar a água e reservar só a dobradinha. Deixar o feijão de molho, por 20 minutos, e cozinhá-lo, com o sal, na panela de pressão, também por 20 minutos. Enquanto o feijão estiver no fogo, cortar a dobradinha cozida em tiras. Em outra panela, dourar o bacon no óleo. Adicionar a cebola e o alho e mexer, até ficarem igualmente dourados.

Pôr o colorau e o tempero de alho e sal. Juntar o paio e deixar fritar um pouco. Acrescentar a dobradinha e o feijão branco, com a água do cozimento. Deixar ferver por aproximadamente 10 minutos, para apurar o tempero. O caldo deve ficar mais consistente. Se for necessário, pôr mais água. Decorar com salsa e cebolinha. Porção para quatro pessoas.



Devoção ao paladar

Segunda-feira é sagrado: dia de dobradinha com feijão branco na Taberna Baltazar, na Rua Oriente, 571, esquina com Caraça, na Serra, Centro-Sul de Belo Horizonte. O prato ganhou uma legião fiel e está em cartaz há 30 anos, desde os tempos em que a família tinha a mercearia de saudosa memória, na Rua Estêvão Pinto. Há freqüentadores que não perdem a oportunidade de saboreá-lo. É o caso da "turma dos imortais", grupo de amigos que, de tão devotos, tem direito a placa na parede.

Isso é que é fidelidade! Portuguesa e há 46 anos no Brasil, a proprietária, Teresa Baltazar, esbanja conhecimento e tem a receita na ponta da língua. E não se aperta um segundo, ao conciliar o movimento da cozinha com o do restaurante. Enquanto o feijão está no fogo, corta a dobradinha em tiras e regula o dourado dos temperos - afinal, sabe de cor e salteado que o segredo está no carinho. Casa cheia, vários fregueses já fizeram os pedidos, mas, com a ajuda da filha, Flávia, Tereza atende a todos com a maior atenção do mundo, no tempo certo.

Depois da segunda-feira de sucesso, vem pela frente um calendário de delícias, que já se tornou tradição. Na terça, pé de porco; na quarta, coelho ao molho de vinho; na quinta, joelho de porco; na sexta, cabrito; no sábado, feijoada; e no domingo, cozido à portuguesa. Haja coração!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade