Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Maxixe-fofo recheado

Maxixe-fofo recheado

Receitas fornecidas por Odail Cardoso, de Jequitinhonha: (33) 3741-2274


postado em 19/01/2009 09:10

(foto: Marcos Michelin)
(foto: Marcos Michelin)

Ingredientes:

- 4 maxixes, do tipo fofo

- 300 g de carne moída

- 1 colher (sopa) de óleo

- Tempero caseiro (alho e sal) e pimenta a gosto

- 1 cebola picada

- Água para cozinhar

Variedade

:

- Dia de feira é garantia de encontrar tudo o que a terra produz de melhor e que o povo do Jequitinhonha sabe aproveitar com maestria. Temperos, quitandas, artesanato, cachaças, queijos e muitos outros enchem as ruas e mercados das cidades. A maioria das feiras acontece aos sábados, e é bom chegar bem cedo.

Modo de Preparo:

Em uma panela, refogar em óleo a carne, a cebola e os temperos. Pingar água até que a carne fique cozida. Abrir uma tampa em uma das extremidades dos maxixes e retirar as sementes. Rechear cada maxixe com a carne e fechar a tampa com um palito. Cozinhar, com água suficiente para cobrir metade do conteúdo da panela, até que os maxixes fiquem bem macios. Escorrer antes de servir.



Boa vizinhança

(foto: Marcos Michelin)
(foto: Marcos Michelin)

Engana-se quem acredita que os tempos modernos fizeram a relação entre vizinhos deixar de ser amistosa. Ao menos em Minas, ainda se vê gente conversando por cima dos muros que separam as casas ou através das janelas. E, no meio de tanta prosa, basta perguntar por algum prato local que logo vem à tona a fama de um conterrâneo. Assim foi com Odail Cardoso, de Jequitinhonha, apontada como a cozinheira ideal para preparar um bom maxixe-fofo.

Para quem nunca ouviu falar da matéria-prima, ela tem aparência que lembra o chuchu. Na panela, dá um ótimo refogado, daqueles bem caseiros, que marcam pelo sabor e simplicidade. Nossa cozinheira prepara os maxixes cozidos e recheados com carne moída, mas conta que podem ser feitos picadinhos, outra delícia para se fartar sem culpa. Para quem nunca experimentou, o encanto é imediato e o suspiro, inevitável.

Ex-dona de um hotel que na década de 1960 funcionou na cidade, Odail aprendeu os truques culinários na marra e hoje os põe em prática em eventos para os quais é contratada. Sem pretensões de sair da terrinha, orgulha-se de Jequitinhonha e garante: "Nasci aqui e vou morrer aqui. Esta roça é boa demais". Com a certeza de estar mesmo em um lugar privilegiado, a equipe parte para outras saborosas descobertas.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade