Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Doces e sobremesas

Figo cristalizado com nozes

Receita fornecida por Maria José Lima Freitas, de Carmópolis de Minas


postado em 16/11/2004 08:50

Ingredientes:

- 1 kg de figos verdes, in natura, de tamanho uniforme

- 3 kg de açúcar cristal

- 200 g de nozes

- 3,5 litros de água

- 100 g de sal

Modo de Preparo:

Primeiro dia: Lavar os figos em água corrente. Fazer a limpeza dos frutos, colocando-os em saco de tecido, juntamente com o sal. Apoiar o saco com os figos sobre uma bancada e esfregá-los uns contra os outros até ficarem lisos e limpos. Lavar novamente em água corrente até retirar todo o sal. Tirar o cabo (pedúnculo) de cada um com faca afiada. Fazer um corte em forma de cruz, em cada fruto, na parte oposta ao pedúnculo.

Cozinhar os figos, até ficarem macios, em tacho de cobre, com água suficiente para cobri-los. Os figos devem ser cobertos com tecido de algodão durante o cozimento. Retirar do fogo e colocá-los em bacia de plástico. Depois que esfriarem, levá-los ao fogo novamente, deixando ferver por dez minutos. Esperar esfriar e lavar.

Segundo dia: Faça uma calda com 1,5 kg de açúcar e dois litros de água. Assim que levantar fervura, ponha os figos e deixe ferver por dez minutos. Retire do fogo e coloque em recipiente de plástico até o dia seguinte.

Terceiro dia: Leve o doce ao fogo e acrescente meio litro de água e 500 g de açúcar. Deixe ferver por 20 minutos, retire do fogo e deixe descansar até o dia seguinte.

Quarto dia: Leve o doce ao fogo e deixe ferver até que fique bem concentrado. Retire do fogo e deixe descansar até o dia seguinte.

Quinto dia: Aqueça o doce e deixe-o escorrer em uma peneira. Assim que esfriar, corte os frutos ao meio. Faça uma calda com um litro de água e 1 kg de açúcar. Assim que levantar fervura, ponha os figos, deixando ferver até o ponto de cristalização. Retire o tacho do fogo, coloque-o em uma mesa, inclinando-o com a ajuda de um suporte. Concentre os pedaços de fruta na parte superior do tacho, bata a calda e regue os figos duas ou três vezes.

Retire rapidamente os doces do tacho e vire-os em uma peneira. Em seguida, coloque as nozes, apertando-as ligeiramente para fixar. Armazene os doces frios em local seco e fresco.



Laboratório de delícias

Canjiquinha ou leitão à pururuca? Figo cristalizado ou doce de batata-doce? Uma pinga de banana%u2026quem sabe? Na dúvida, acelere o seu desejo e siga direto para o Sul de Minas, ao encontro dos contornos da Serra da Mantiqueira, dos casarões dos tempos coloniais, mesas fartas e porções generosas de hospitalidade. É ao longo da rodovia Fernão Dias, a BR-381, que recomeça a nossa deliciosa viagem pela gastronomia, com a primeira parada em Carmópolis de Minas, a 125 quilômetros de Belo Horizonte.

Vá se preparando para os doces de frutas feitos por Maria José Lima Freitas, a Mazé, com destaque especial para o de figo cristalizado com nozes. O preparo exige alguns dias de paciência, diante do tacho e do fogão a lenha. Amor ao ofício, tenacidade e anos de observação garantiram à doceira segredos e técnicas, que ela usa diariamente na cozinha, nos fundos de sua casa, na rua Luís Alves. Imensas bacias com os figos verdes recém-colhidos, bandejas com tirinhas de casca de laranja e de limão cobertas de açúcar e potes coloridos, sem qualquer aditivo químico, fazem da sala de produção um laboratório de delícias para quem gosta da boa mesa.

Divirta-se e aprecie.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade